Rússia, Transiberiano
e Países bálticos
 
Rússia:
Com um vasto território que se divide entre a Ásia e a Europa, a Rússia é um país que evoca grandes dimensões, quer geográficamente (são incríveis 17.075.200 km²), ou econômicamente falando, como grande exportadora de energia para a Europa.
 
Sua capital, Moscou, emerge como uma cidade ávida por modernidade, liberdade e consumo de requinte e qualidade, sendo hoje em dia, uma das maiores economias do mundo.
 
Com isso, o turismo nesse país foi muito facilitado, quer pela boa rede hoteleira com hoteis de primeiríssima, quer pela beleza que remanesce em suas ruas, praças, teatros ,etc.
 
A Rússia tem entre suas cidades mais importantes, São Petersburgo, que no século XVIII foi capital do Império Russo.
 
Moscou
Capital da Rússia desde 1918, essa impressionante cidade faz desfilar pelos olhos de seus visitantes, lindas e elaboradas  construções, séculos de história e o vigor de uma economia crescente e voltada para o futuro.
 
Moscou oferece suas belíssimas igrejas e uma encantadora Catedral de São Basílio, construída pelo Czar Ivan, com suas cúpulas douradas e coloridas. Existe até uma lenda que diz que Ivan, o Terrível, mandou cegar o arquiteto que a construiu, para que não repetisse o feito...
 
Nesta cidade não faltará o que vistar e se deslumbrar:  a emblemática Praça Vermelha, o Kremlim, o Grande Palácio, que foi residência dos Czares, o Mercado Gum que é hoje em dia um grande e animado centro de compras, o Teatro Bolshoi, ou ainda conhecer a opulência das estações do metrô moscovita.
 
São Petersburgo
É considerada uma das mais belas cidades do mundo. Patrimônio da Humanidade pela Unesco, concentra grandes doses de história e cultura, que poderão ser admiradas nas diferentes estações do ano, em particular nos verões, quando se tem as “noites brancas”, fenômemo de noites claras pela alta altitude em que se encontra.
 
Fundada por Pedro, o Grande em 1703, também é conhecida como a Veneza do Norte, por seus rios e canais. Nela se poderá conhecer um dos mais ricos e maiores museus, o Hermitage, com seus três milhões de itens, onde antes foi o Palácio de Inverno dos Czares russos do século XVIII.
 
A Fortaleza de São Pedro e São Paulo, a Igreja da Ressureição, e vários espetaculares palácios, fazem parte do roteiro dessa cidade que  foi sonho de um homem que a ergueu para ser uma obra prima, um centro das artes e de artistas como Dostoiesvki ou Tchekhov.
 
Anel de Ouro (Rússia Central)
Conjunto de cidades históricas, declaradas Patrimônio da Humanidade pela Unesco: Yaroslavi, Vladimir, Kostroma e Suzdal.
 
Yaroslavi, situada na confluência dos rios Volga e Kotorosi, fundada em 1010, sobre assentamentos vikings. Monastério da Transfiguração do Salvador, que data do séc. XIII, e é a construção mais antiga da cidade. A arquitetura de azulejos, característica das igrejas da cidade, deram nome a um estilo arquitetônico próprio.

Vladimir, é uma jóia do Anel de Ouro. A cidade conta com mais de uma centena de monumentos arquitetônicos, entre os quais se destacam os que são feitos em pedra branca. A cidade foi fundada em 990, por Vladimir Monómaco ( Vladimir o Grande), grande príncipe de Kiev e pai da Ortodoxia Russa.

Foi capital da Rússia até a invasão dos mongóis em 1238. Os lugares de destaque são:
Porta de Ouro, mostra singular na arte da fortificação da época
A  Igreja Pokrov, sobre o Nerli
A Catedral de Assumpção e a de São Demétrio

Suzdal, considerada obra de mestres da arquitetura medieval russa, onde se destacam suas 33 igrejas e 5 monastérios. Os lugares de destaque são:
Kremlin, onde está a Catedral da Natividade e o Palácio de Arcipestre
Monastério do Salvador e São Eufemio.
Museu de Arquitetura Russa em Madeira.

Kostroma, fundada em 1152, ainda conserva até hoje seu traçado original. Foi residência oficial das dinastias dos Gudnov e Rumanov. Os lugares de destaque são:
Monastério Ipatiev
Museu de Arquitetura em Madeira
 
Região do Volga
O Volga é o maior rio da Europa, com um comprimento total de 3.700 km. Nasce na meseta do Valdaí, atravessa Yaroslavi, Nizhni Nóvgorod, Kazán, Samara, Sarátov, Volgogrado (Tsaristsin), Astraján e desemboca no Mar Cáspio por um amplo delta.
A melhor maneira de recorre-lo e aproveitar as cidades as suas margens, é em cruzeiros fluviais, que saem de São Petersburgo até Moscou, ou vice-versa, e que também cruzam os maiores lagos da Europa (Ladoga e Onega), assim como múltiplas exclusas.
Além de Yaroslavi ou Kostroma, outras cidades importantes, banhadas por esse rio são Nizhni Nóvgorod, na confluência do Volga e o Oká, à 406 km de Moscou e a 1200km de São Petersburgo; Astraján, perto da desembocadura do Volga no Mar Cáspio, à 1534km de Moscou e Kazán, a capital da República do Tatarstán.

Sibéria
Ocupa a parte setentrional da Ásia. Situada entre os Urales e o Pacífico, o oceano Ártico e as cordilheiras da Ásia Central, a Sibéria se extende sobre 12,5 milhões de km quadrados. As mesetas dividem a Sibéria em duas regiões: a Ocidental (baixa e pantanosa) e a Oriental (montanhosa).

No sul da Sibéria, se extendem as Cordilheiras Altái, no este da Sibéria- os Urais. Se segue a tundra , a tundra boscosa( onde algumas árvores conseguem crescer) e a taiga. Entre os animais, muitos cervos, lôbos, alces, ursos pardos, e a raposa ártica.

Há 26 povos indígenas diferentes ( se chamam coletivamente de “minorias do norte”, com populações que vão desde menos de 200 pessoas até 34 mil habitantes.
 
No total são mais de 160 mil pessoas. Além disso, há dois grandes povos indígenas: os yakults e os komi, que tem suas próprias repúblicas dentro do Estado.

As cidades mais importantes da Sibéria são: Yakutsk, Siktivkar, Irkutsk, Novosibirsk, Krasnoiarsk, Omsk, Tiumén, Kurgán, Tomsk, Chitá, Ulán Udé, Kiil e Abakán. Na Sibéria disfrutará de paissagens intermináveis, espetaculares cordilheiras e caudalosos rios ao mesmo tempo que descobre a verdadeira Rússia, seu povo suas etnias, sua fauna e flora.

Cidades na rota do Transiberiano:
Kazan

A cidade, como Moscou tem  uma bonita cidadela chamada Kremlin, a qual foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade em 2000. Também de grande interesse são as torres e os muros erigidos no século XVI e XVII, e mas mais tarde reconstruídos, a Mesquita de Qol-Þarif, a qual já foi reconstruída dentro da cidadela e da Casa do Governador, agora palácio do presidente do Tatarstan.
 
Yekaterinburgo
Foi fundada em 1723 pelo Czar Pedro, o Grande. Com a indústria de metalurgia no século XX tornou-se um dos maiores e mais importantes centros em termos financeiros, industriais e culturais. No Ocidente da cidade existe uma fronteira geográfica entre a Europa e a Ásia definida pelos cientistas – o Obelisco. A cidade abriga a Catedral terminada em 2004, Igreja-memorial no local onde o Czar Nicolau II e a sua família foram executados pelos bolcheviques em 1918.
 
Novosibirsk
Com 1,5 milhões de habitantes é a terceira maior cidade da Rússia e a maior da Sibéria, considerada como o seu centro. Foi fundada em 1893 como o futuro local onde o Trans Siberiano atravessaria a ponte sobre o rio Ob na Sibéria. A sua importância aumentou nos meados do século XX, quando a estrada de ferro Turkestan, que ligava Novosibirsk com a Ásia central e o Mar Cáspio, foi terminado. Nesta cidade esta localizada a pequena aldeia de Akademgorodok, a qual foi o centro científico de pesquisas na época da União Soviética e agora tenta desenvolver-se por ela mesma para uma segunda “Silicon Valley”. Aí esta localizado o Museu Geológico, o qual exibe bonitos exemplares dos minerais siberianos. A recente abertura do Museu das Estradas de Ferro mostra locomotivas e vagões de todos os períodos da Transsiberiana.


 
    
Krasnoyarsk
Krasnoyarsk, como Ekaterinburg e Ulan Ude, foram “cidades fechadas”. Está localizada ao longo do rio Yenisei, o qual é dos maiores rios da Rússia, o mais magnífico. O Yenisei é o maior rio do sistema a fluir para o Oceano Ártico, ligeiramente mais pequeno mas com 1,5 vezes mais caudal do que o Mississippi-Missouri. Aqui esta localizada a famosa ponte que ganhou o premio de Ouro na Exposição Universal de Paris de 1900. Depois da nascente, na Mongólia, segue o curso para Norte, seguindo para o Mar Kara, atravessando grande parte da Sibéria Central.
 
Irkutsk
Esta cidade é famosa pelos seus negócios com a Mongólia e a China, também designada de “ Paris da Sibéria” por causa do seu colorido. A cidade velha ainda possui muitas casas construídas de madeira.
 
Lago Baikal
Este lago tem a maior reserva de água doce do mundo. Tem uma extensão acima das 26 milhas do Oeste para Este e mais de 370 milhas de Norte para Sul. Com 1,620 metros de profundidade, é o lago mais profundo do mundo. Nas margens do Baikal existem pequenas aldeias.
 
Ulan Ude
Na época da URSS Ulan Ude era “uma cidade fechada” para estrangeiros. É a capital da República autônoma de Buryat da Federação Russa. Aqui se encontra uma espantosa mistura de culturas. É um lugar de encontro entre o Oriente e o Ocidente. Tal como a cidade de Irkutsk, ainda tem áreas com as típicas casas de madeira. Em Ulan Ude fica o Mosteiro de Ivolginsky o centro do Budismo na Rússia, Dalai Lama já lá foi visitá-lo três vezes desde 1991. Em Ulan Ude desvia-se da linha principal e tem inicio a Transmogoliana para em direção a Pequim.

Ulan - Bator
É a capital da Mongólia. Os principais pontos de interesse são o famoso Mosteiro de Gandan, à Praça Central de Suchabaatar o Museu Bogd Khan o qual foi palácio de Inverno e às vezes de Primavera de Khan, bem como o monumento de Zaisan, excelente mirante sobre a cidade. Deste mirante tem-se uma excelente vista da cidade, a qual é rodeada por largas áreas de acampamentos de jurtas (tenda mongol).
 
Ulan – Bator (Parque Nacional de Terelj)
O Parque Nacional de Terelj, o qual é famoso pelos seus maravilhosos cenários que se assemelham a certos locais na Suiça. Aí se encontra uma formação em pedra chamada “Tartaruga” e outro local sagrado fascinante. No Parque Nacional de Terelj pode-se visitar uma família mongol dentro da sua jurta.
 
Erlian
Na estação de Erlian passa-se do sistema bitola russo (“bitola larga”, com 1520 mm de largura) para sistema de bitola chinesa (“bitola standard”, com 1435 mm de largura. Existe aqui em Erlian o o mercado local que poderá ser visitado.
 
Pequim
Cujo nome em mandarim significa capital do norte, durante séculos, foi a maior cidade do mundo; hoje tem cerca de 10,3 milhões de habitantes. Situada ao norte do país, Pequim é famosa pela gigantesca Praça de TianAnmen, Palácio Imperial (Cidade Proibida), Templo do Paraíso, a grande Muralha e os Túmulos Ming dentre outros pontos de interesse.

Informação prática:
Fuso Horários:
Durante a viagem se atrevessam varios fuso horários,
desde a hora oficial do Moscou (hora brasileira + 6 horas) até a fronteira russo-mongola (hora brasileira  + 11 horas).


Clima
Clima é continental tanto na Rússia como na Mongolia e na
China. O verão é quente , tomando em consideração que tem variações. À noite pode fazer frio.


Moeda
Cada país pelo que passará
tem su própria moeda.
Cambios aproximados
Rusia: US$ 1 = 30 rublos
Mongolia: US$1  = 1.425 tugriks
China:  US$1 = 6,81 yuans


Pagamentos a bordo do trem
No vagão-restaurante quase por todo o trajeto pode pagar em US$ ou em Rublos.


Duração dos trajetos :
Moscou - Irkutsk: 81 horas
Irkutsk - Ulan-Bator: 23 horas
Ulan-Bator - Pequim: 31 horas
Moscou-Pequim: Trajeto completo

Distancias (desde Moscou) :
Yaroslavl:  283 km         
Perm:  1.437 km             
Urales:  1.777 km           
Yekaterinburg:  1.818 km
Omsk:  2.715 km              
Novosibirsk:  3.343 km           
Krasnoiarsk:  4.104 km
Irkutsk:  5.191 km
Naushki (fronteira Mongólia) 5.902 km
Ulan-Bator: 6.304 km
Erlian (fronteira China):  7.023 km
Beijing:  7.867 km

Países Bálticos (Lituânia, Letônia, Estônia)
Visto:
Cidadãos brasileiros só precisam de um passaporte válido para entrar na Lituânia. O visto não é exigido para uma permanência de até três meses.
Lituânia:
Capital: Vilnius  Língua oficial: Lituano
Moeda: Litas lituana Fuso Horário: + 5 horas em relação a brasília (UTC +2) Código tel.: +370 Eletricidade: 220 volts/ 50 ciclos.
Clima: é continental e mediterrânico, ou seja, influenciado pelo mar. Entre a Primavera e o Verão é a melhor época para visitar a Lituânia. De Novembro a Março há sempre muita neve e apenas algumas horas de luz do dia. A temperatura média anual é 6ºC mas a partir do mês de Junho fica mais agradável para passear.

Embaixada para o Brasil:
Embaixada brasileira na Dinamarca - Responsável pela cumulatividade com a Lituânia. Kastelsvej 19 3º andar – 2100 Copenhague – DenmarkFax: (45) 3927-3607

 

Letônia
Capital: Riga Língua oficial: Letão Moeda: Lat
Fuso Horário: + 5 horas em relação a brasília (UTC +2)
Código tel.: +371 Eletricidade: 220 volts/ 50 ciclos.

Clima:é uma transição entre os climas marítimo e continental. A temperatura média em Julho varia entre +16º e +18º. Em Janeiro, a temperatura do ar registra -2ºC perto do Mar Báltico e -7ºC na parte oriental do país. Maio é o mês com maior número de horas de sol e o mais seco do ano. A Letónia tem cerca de 150 a 170 dias nublados por ano.

Embaixada e Consulados no Brasil:
São Paulo - SP - Consulado Honorário da Letônia
Rua Jacques Felix 586, Ap.12 – CEP 04509-002 - São Paulo - SP tel. (0xx11) 5182-8925, 3842-0687

 

Estônia
Capital: Tallinn Língua oficial: Estoniano
Moeda: Coroa Estoniana Fuso Horário: + 5 horas em relação a brasília (UTC +2) Código tel.: +372 Eletricidade: 220 volts/ 50 ciclos.

Clima: é semelhante ao dos restantes países do litoral Báltico. Devido à proximidade do mar, o céu está muitas vezes nublado, chovendo com frequência, na Primavera e Outono, e nevando no Inverno. O mar tem um efeito amenizador no clima e, na Primavera e Verão, sopram brisas marítimas frescas, proporcionando uma temperatura média em Julho de 17 graus Célsius. No Outono e Inverno, o mar liberta o calor que acumulou na Verão, permitindo uma temperatura média de cerca de 5 graus Célsius.

Consulado da Estônia em Santos/SP
Endereço: Rua General Rondon, 07/131 Aparecida CEP: 11030-570 – Santos – SP Consul Honorário – Sr. Flemming Patrick Rickfors



 

FUI RJ - Nossa Sra. de Copacabana 1183 C2 e 1203 - CEP 22070-011- Rio de Janeiro - Tel: +55 21 2227 3164 - Fax:2113-9070 - info@fuiviagens.com.br
FUI SP - 7 de Abril, 235 - 3º Conj. 305 - 01043-904 - Centro - São Paulo - Tel:+55 11 3257 5345 Fax:3120-2739 - fuisp@fuiviagens.com.br
© 2014 FUI VIAGENS BRASIL - Todos os direitos reservados