Vietnã, Camboja, Laos e Myanmar
(Pacote Terrestre Privativo 
com vôos domésticos)



1º Dia:  Bangkok (C)
Chegada e traslado ao hotel. Pernoite.

2º Dia:  Bangkok • Yangon (C)
Café da manhã. Traslado ao aeroporto. Embarque para Yangon. Chegada e traslado ao hotel. Pernoite.

3º Dia:  Yangon •  Bagan   (C) 
Café da manhã. Traslado ao aeroporto. Embarque para Bagan. Chegada. Visita aos pontos turísticos de Bagan: é uma espetacular planície que se estende do rio Ayeyarwaddy, em que é possível encontrar vários templos que contam com mais de 800 anos de antiguidade. Visita aos templos: Shwezigon Paya: o rei Anawrahta iniciou a construção do templo de Schwezigon para guardar algumas das relíquias de Buda. A construção foi finalizada por seu sucessor, o rei Kyansittha, entre 1086 e 1090. No princípio, o templo de Shwezigon delimitava o extremo norte da cidade de Bagan. A elegante forma de sino da stupa se tornou o protótipo para praticamente todas as demais stupas de Myanmar. Templo Gubyaukhyi em Wetkyi-Inn: este templo foi construído no início do século XIII e foi reparado em 1468. Os grandes e coloridos murais sobre a vida de Buda e a distinta arquitetura desse templo o tornam um lugar muito interessante. Ananda Pahto: um dos maiores, mais conservados e mais reverenciados templos de Bagan. Acredita-se que tenha sido construído por volta de 1105 pelo rei Kyanzittha. Esse templo com proporções perfeitos anuncia o final do estilo próprio do período inicial de Bagan e o início do período médio. Templo de Gubyaukgyi em Myinkaba: este templo foi construído em 1113 por Kyanzittha, filho de Rajakumar. É famoso por seus estuques bem conservados dos muros exteriores que datam do século XII. As magníficas pinturas datam da construção original do templo e são consideradas as pinturas originais mais antigas de Bagan. Templo de Manuha: o templo de Manuha foi construído em 1059 pelo rei Manuha, rei de Thaton, que chegou cativo a Bagan, capturado pelo rei Anawrahta. Nele se conserva a combinação incomum de quatro imagens de Buda, das quais em três aparece sentado e em uma aparece reclinado. Conta-se que este templo foi construído por Manuha para expressar seu desagrado por seu cativeiro em Bagan. Shwesandaw Paya: em 1057, o rei Anawrahta construiu este templo depois de sua conquista de Thaton. Esse é o primeiro monumento de Bagan no qual as escadas partem dos terraços inferiores com forma quadrada até a base redonda da Stupa. Esse templo é ideal para contemplar os maravilhosos entardeceres de Bagan. Ao finalizar as visitas dos templos, visita a uma oficina de produtos de laca: os povoados do entorno de Bagan são conhecidos por produzir a mais delicada laca de Myanmar.  Pernoite.

4º Dia: Bagan • Mandalay (C) 
Café da manhã. Traslado ao aeroporto. Embarque para Mandalay. Chegada e visita aos pontos turísticos em Mandalay. A última capital da Birmania real, Mandalay segue sendo uma das maiores cidades de Myanmar e um centro cultural e espiritual. Ao lado se encontra Sagaing, lugar de residência de sessenta por cento dos monges do país, enquanto que os artesãos de Mandalay continuam fabricando as peças mais delicadas de Myanmar. Visita a Mahamuni Paya. A imagem consagrada de Mahamuni é talvez a imagem mais venerada de Myanmar e está coberta por 15 cm de folha de ouro. Os devotos vão diariamente ao santuário às oito da manhã observar a única cerimônia única em que se lava a face da imagem. No caminho ao templo, parada para observar o complexo processo de elaboração da folha de ouro. O ouro é batido laboriosamente a marteladas até formar formas quadradas finas como os lenços. Antes da parada para o almoço, visita a alguma Oficina de Artesanato que esteja especializada em alguma das artes pelas quais a cidade é famosa: fundição de bronze, esculpir de mármore, esculturas de madeira ou as marionetes. A excursão da tarde inclui a visita a alguns dos mais interessantes templos e palácios da cidade. Shwenandaw Kyaung, ou o monastério de teca dourada. Construído em teca dourada, este monastério de madeira talhada de forma intrincada pertenceu em sua época ao palácio de Mandalay, e foi utilizado como apartamentos privados pelo rei Mindon e sua rainha principal. Kyaukawgyi Paya, famosa por seu monumental Buda reclinado, esculpido a partir de um só bloco de mármore. Visita ao Kuthodaw Paya, conhecido também como o maior livro do mundo. Em volta da stupa central, há pequenos pavilhões que abrigam em cada um deles um bloco de mármore. Se forem contados todos, somam 729. Esses blocos apresentam inscrições do Tripitkata inteiro ou escrituras budistas. Após a visita ao Monastério Antigo de Shwe Kyin retorno ao hotel. Pernoite.

5º Dia:  Mandalay • Yangon (C) 
Café da manhã. Traslado ao aeroporto. Chegada a Yangon. Início das visitas. Sule Pagoda ,  Museu nacional (fechado às segundas, terças e em feriados nacionais) e no final o templo Shwedagon; as torres desse templo se erguem a frente da cidade. É o lugar mais sagrado do país e foi construído para abrigar oito relíquias do cabelo de Buda. Shwedagon e os santuários ao redor são especialmente incríveis durante o entardecer, já que a Stupa (tipo de monumento que é uma espécie de torre circundada por uma abóbada) dourada reflete as mudanças de cores do crepúsculo. Pernoite.

6° Dia: Yangon • Hanoi (C)
Café da manhã. Traslado ao aeroporto e embarque para Hanoi. Chegada e traslado ao hotel. Pernoite.

7º Dia: Hanoi (C•A)
Após o café da manhã, excursão para Baía de Halong com passeio de barco incluindo um almoço de frutos de mar.  Chegada ao píer por volta do meio-dia, embarcando seu charmoso barco típico de madeira para navegar pela baía. O almoço será servido durante a navegação. A navegação segue pelas formações rochosas, chamadas Cão de Pedra, Queimador de Incenso (Dinh Huong), Galo de Briga (Ga Choi). No núcleo das ilhotas há duas cavernas e grutas para visitar, como a Thien Cung (Gruta Residência Celestial), Dau Go (Gruta Driftwood – madeira flutuante), antes de retornar ao píer Halong. Desembarque no píer Halong aproximadamente às 16:30 e retorno a Hanoi. Pernoite.

8º Dia: Hanoi • Hue (C)
Café da manhã. Hanoi ainda conserva o mistério e o encanto de séculos passados. Para começar, uma visita ao Templo da Literatura, uma série de tranquilos pátios murados e elegantes portões, e um dos exemplos mais conservados da arquitetura vietnamita tradicional. Fundado em 1070 e dedicado a Confúcio, também foi a sede da primeira universidade do Vietnã. Prosseguimento ao pequeníssimo Templo de um Pilar, que também data do século XI. Este templo foi reconstruído depois de ser destruído pelos franceses em 1954. Hoje em dia, está situado perto do vasto Complexo Memorial de Ho Chi Minh, um precioso parque que abriga o lugar de descanso final de Ho Chi Minh, assim como um museu. Início da visita pelo Mausoléu de Ho Chi Minh, de onde os visitantes podem contemplam respeitosamente o corpo embalsamado de Ho Chi Minh. (O mausoléu fecha às tardes, às segundas e às sextas, e fecha cada ano em outubro e novembro para ser restaurado). Continuação através do parque até a Casa de Ho Chi Minh, singela morada com dois quartos na qual Ho Chi Minh viveu desde 1958 até o fim de seus dias (1969). Foi conservada nas mesmas condições que durante sua vida e pode ser vista através das janelas. Continuando, visita a um dos museus mais famosos de Hanoi, o Museu de Etnologia, que traz à tona a incrível diversidade étnica do Vietnã, com arte e relíquias dos 54 grupos étnicos diferentes que vivem no país. No museu se encontram descrições detalhadas dos grupos minoritários, com exemplos de suas vestimentas tradicionais e seus costumes de vida. Na parte exterior, poderá contemplar fiéis reconstruções das casas comunais alongadas, cemitérios e outros edifícios étnicos distintivos. À tarde, continuação para o Lago Hoan Kiem, situado no coração de Hanoi e que conta com uma ilhota com o pequeno Templo da Tartaruga. Visita ao centro histórico, essa fascinante rede de becos estreitos e tendas é conhecida também pelo nome de " As 36 ruas”. Cada rua recebe seu nome das mercadorias que tradicionalmente eram vendidas nela, desde telas até artesanato, passando por remédios e lápides. Um paraíso para os amantes dos produtos artesanais e um lugar infinitamente interessante para poder explorar a vida local. Após as visitas traslado ao aeroporto. Embarque para Hue. Chegada e traslado ao hotel. Pernoite.

9º Dia: Hue (C)
Café da manhã. Excursão ao templo de Thien Mu com um passeio de barco pelo rio Huong Giang. Embarque em um barco local e ida pelo Rio dos Perfumes até o Templo de Thien Mu, uma elegante torre octogonal com sete níveis que se transformou no monumento mais conhecido de Hue. Durante os primeiros anos da década de 1960, se tornou um centro de protestos anti governamental. Visita pela antiga cidade imperial. Situada no coração de Hue, a Cidadela Imperial é um vasto complexo construído no princípio do século XIX e desenhado de acordo com a cidade proibida de Pequim. As paredes originais se estendiam por 10 km e estão cobertas por um amplo fosso. Muitos dos edifícios foram destruídos devido aos bombardeios da guerra entre Vietnã e Estados Unidos,  mas os  monumentos  que  sobreviveram proporcionam uma ideia sobre a vida da corte da dinastia Nguyen. Aproximação da cidade, passando pela Torre da Bandeira, de onde uma enorme bandeira do Vietnã ondeia orgulhosa no alto, e pela imponente Porta Ngo Mon, a entrada principal ao recinto imperial, uma área com pátios espaçosos e tranquilas lagoas de lótus, e visita à residência Dien Tho (Palácio Dien Tho), que é onde viva a rainha mãe. Visita ao Palácio de Thai Hoa, com a sala de recepções magnificamente decorada, a Sala dos Mandarins e as Urnas das Nove Dinastias originais, junto com outros lugares. Visita da tumba imperial do imperador Tu Duc.  O imperador Tu Duc, que governou Hue há mais de 100 anos, construiu sua tumba quando ainda estava vivo e a usava para meditar, ler e performances teatrais. Havia pavilhões em um cenário tranqüilo de montanhas e lagos florestados. A tumba foi construída entre 1864 e 1867. Tu Duc, que foi o imperador que reinou por mais tempo, viveu uma vida luxuosa. Pernoite.

10º Dia: Hue • Hoi An (C)
Café da manhã. Partida para Hoi An via Danang. Em Danang visita ao Museu Cham que é uma construção colonial com exposição das esculturas da Coleção Cham. Após a passagem pela Praia de Non Nuoc e Montanhas de Mármore continuação para Hoi An. Passeio pelos pontos turísticos de Hoi An. Hoi An é uma pitoresca cidade ribeirinha ao sul de Danang. Conhecida como Faifo pelos primeiros comerciantes orientais, foi um dos maiores portos internacionais do sudeste da Ásia durante os séculos XII, XIII e XIX. Agora, essa cidade histórica preservada é melhor vista a pé. O tour a pé inclui:
- Ponte Japonesa Coberta: a primeira ponte nesse local foi construída em 1593 pela comunidade japonesa de Hoi An para ligar a cidade aos quarteirões chineses do outro lado do rio. A ponte foi providenciada com um teto para poder ser usada como abrigo da chuva e do sol.
- Museu Sa Huynh: localizado perto da Ponte Japonesa Coberta, contém exibições dos primeiros períodos da história de Hoi An.
- Capela da Família Tran: Essa casa para adoração de ancestrais foi construída cerca de 200 anos atrás com doações de membros da família. A família Tran teve sua origem na China e se mudou para o Vietnã por volta de 1700. A arquitetura do prédio demonstra a influência dos estilos chinês e japonês.
- Phuoc Kien Assembly Hall: Templo chinês construído por volta de 1690 e então restaurado e ampliado em 1900. É típico dos clãs chineses que se estabeleceram na área de Hoi An. O templo é dedicado a Thien Hau Thanh Mau (deus do mar e protetor dos marinheiros e pescadores).
-Oficina de produção de lanternas: Visita a uma oficina de lanternas em Hoi An. A estrutura da lanterna é feita pela indústria e os clientes podem observar os locais fazendo pano de seda na lanterna. Pernoite.

 

Veja o Seguro de viagem
 

          A partir de US$ 6.742

viagens-myanmar-birmânia-pacotes
viagens-myanmar-birmânia-pacotes viagens-myanmar-birmânia-pacotes viagens-myanmar-birmânia-pacotes viagens-vietnam-vietnã-pacotes viagens-myanmar-birmânia-pacotes viagens-myanmar-birmânia-pacotes viagens-myanmar-birmânia-pacotes viagens-myanmar-birmânia-pacotes viagens-myanmar-birmânia-pacotes-kuthodaw viagens-tailândia-myanmar-vietnã-camboja-indonésia-pacotes-bali viagens-myanmar-birmânia-pacotes viagens-myanmar-birmânia-pacotes viagens-indochina-laos-camboja-vietnã-bangkok viagens-indochina-laos-camboja-vietnã-bangkok viagens-tailândia-myanmar-vietnã-camboja-indonésia-pacotes-bali-cingapura viagens-indochina-laos-camboja-vietnã-bangkok viagens-indochina-laos-camboja-vietnã-bangkok viagens-indochina-laos-camboja-vietnã-bangkok viagens-indochina-laos-camboja-vietnã-bangkok viagens-indochina-laos-camboja-vietnã-bangkok viagens-indochina-laos-camboja-vietnã-bangkok


11º Dia: Hoi An • Saigon (C)
Café da manhã. Traslado ao aeroporto de Danang. Embarque para Saigon. Chegada e visita aos pontos turísticos de Saigon. Uma metrópole vibrante, Saigon está repleta de energia, atividade e movimento. Todo lugar que se olha, pode-se ver o encontro entre as vidas tradicional e moderna. O emergente horizonte moderno está face a face com edifícios coloniais e templos tradicionais. O tour começa com um mergulho na história moderna com um tour no Palácio da Reunificação. Antigo Palácio da Independência do presidente Sul Vietnamita, essa construção de estilo sessentista foi invadida por tanques em 30 de abril de 1975, significando a queda do Vietnã do Sul.  Foi preservado no seu estado original, e os tanques continuam e exposição perto dos portões de entrada. Depois, passeio pelo Centro Histórico, visitando o Templo do Imperador de Jade. Passagem pelos clássicos monumentos de estilo europeu, como a Prefeitura (Hotel de Ville), o antigo Teatro da Ópera (ambos somente podem ser vistos externamente), e fazer uma visita rápida à neo-romântica Catedral de Notre Dame e ao Correio Central. Término do tour no Mercado Central Ben Thanh, em que vendedores exibem uma ampla gama de produtos e artesanato, apelando para todos os gostos. Pernoite.

12º Dia: Saigon (C)
Café da manhã. Excursão ao mercado flutuante de Cai Be, com um passeio de barco até Vinh Long. De Saigon, ida ao coração do delta do Mekong até Cai Be, e embarque em um dos barcos locais para explorar o Mercado Flutuante de Cai Be, um animado mercado de barcas cheias de frutas e verduras, com una pitoresca catedral católica à margem do rio. Continuação ao longo de canais e vias fluviais menores, e parada nas Ilhas do Rio Mekong para visitar jardins e indústrias caseiras locais. É possível aproveitar enquanto se observa como os habitantes do delta elaboram iguarias tradicionais, como longyans secos, tortinhas de arroz e balas de arroz inflado, e assim contar com a possibilidade de degustar as iguarias locais. Desembarque em Vinh Long e retorno a Saigon. Pernoite.

13º Dia: Saigon •  Siem Reap  (C)
Café da manhã. Excursão aos túneis Cu Chi. Os Túneis Cu Chi nunca foram descobertos pelas forças estadounidenses e foram uma importante base do Vietcong durante a guerra com os Estados Unidos. Esta incrível rede subterrânea se estende por mais de 200 km e foi cavada a mão.  Conectava postos de comando, hospitais, refúgios e fábricas de armas. Hoje em dia se pode caminhar pela região e perceber como era a vida diária do VC. Possibilidade de apreciar as entradas inteligentemente escondidas e as elaboradas armadilhas bomba. Também é possível aventurar-se a entrar nos túneis, alguns dos quais foram modificados para adaptar-se aos turistas. Traslado ao aeroporto. Embarque para Siem Reap. Chegada e traslado ao hotel.

14º Dia: Siem Reap  (C) 
Café da manhã. Visitas em Siem Reap para os pontos mais interessantes da cidade como Angkor Wat, Preah Kahn, e o Templo Banteay Srei. Pernoite.

15º Dia: Siem Reap (C) 
Café da manhã. Continuação das visitas em Siem Reap para os pontos como Angkor Thom e para os Templos do grupo Roluos. Pernoite.

16º Dia: Siem Reap •  Luang Prabang   (C) 
Café da manhã. Traslado ao aeroporto.  Embarque para Luang Prabang. Chegada e traslado ao hotel. Pernoite.

17º Dia:Luang Prabang (C) 
Café da manhã. Excursão de barco às cavernas de Tham Pak Ou, que estão repletas de imagens de Buda, de todos os estilos e materiais que se possa imaginar. Na viagem de volta, parada para visitar a Aldeia de Ban Xang Hai, um lugar famoso por sua produção de lao lao, o licor de arroz local. À tarde, visita a Ban Xiengmane, pequena cidade com quatro templos que podem ser visitados a pé: Wat Long Khun, Wat Tham Ban Xiangmane, Wat Xienghune e Wat Chomphet, que oferece uma magnífica vista de Luang Prabang e do Rio Mekong. Traslado a Luang Prabang. Pernoite.

18º Dia: Luang Prabang (C) 
Café da manhã. Visita pela cidade. Luang Prabang, a antiga capital do reino de Lan Xang, é famosa por seus templos cheios de história e sua preciosa localização, rodeada de montanhas. Em 1995, foi declarada como cidade patrimônio da humanidade pela UNESCO. Início das visitas por Wat Visoun, mais antigo templo de Luang Prabang. Visita às proximidades de Wat Aham, antes de continuar a Wat Xieng Thong. Construído em 1560 e localizado às margens do rio Mekong, é o mais belo monastério de Luang Prabang. É uma mostra do estilo de arte típico de Laos, com antigas relíquias religiosas e algumas das obras-primas antigas da arte de Laos. De La, passeio pela rua principal de Luang Prabang, parando em alguns dos muitos templos, como Wat Sibounheuang, Wat Si Mungkhoun, Wat Sop e Wat Sene. Continuação para visita ao Museu Nacional (antigo Palácio Real), um edifício modesto mas elegante que combina temas tradicionais das belas artes de Laos e França. Essa residência real do fim do século foi conservada tal e qual estava quando a família real vivia nela. Depois, visita a Wat Mai, construído em 1821 no reino do rei Manthatourath. Foi a residência do Phra Sangkharaj (o patriarca do clero Budista). Pernoite.

19º Dia:  Luang Prabang • Bangkok (C)
Café da manhã. Traslado ao aeroporto. Embarque para Bangkok. Chegada e continuação por conta própria para seu vôo internacional.
 

                           Partidas diárias 
              com mínimo de 2  participantes                              
                   Preços por pessoa em US$       

 Cat. B - Núméro de participantes

T. Baixa

T. Alta
            7-10
 6.742
7.099
             3-6
 7.496
7.853
              2
 8.404
8.525
              1
 12.049
12.891
     Supl. Individual
 1.499
1.853
 Cat. A - Núméro de participantes

T. Baixa

T. Alta
            7-10
 7.335
7.768
             3-6
 8.088
8.524
              2
 10.162
9.194
              1
 13.435
14.300
     Supl. Individual
 1.616
1.971

 Preços válidos até 30 de Setembro de 2020


Temporadas: 
T. Baixa: 
1 Maio 2019 - 30 Set 2019

T. Alta:
10 Jan - 30 Abr 2019 e 1 Out - 30 Abr 2020
   

Inclui:

  • Passagens aéreas para todos os trechos internos do programa - Bangkok - Yangon - Bagan - Mandalay - Yangon - Hanoi -Hue/ Hoi An- Saigon - Siem Reap -Luang Prabang - Bangkok -
  • Hospedagem com café da manhã na categoria de hotel selecionada

  • Todos os traslados , passeios , refeições, mencionados no programa

  • Ingressos e taxas locais

  • Guia falando espanhol. Não havendo disponibilidade de guia em espanhol, os serviços serão oferecidos com guia em inglês.

  • Os traslados poderão ser feitos com assistência em inglês. 

 

Não inclui : Todos os itens não mencionados como incluídos, tais como, bebidas, despesas pessoais, e gorjetas (facultativas)

Hotéis escolhidos ou similares:
Categoria B
Bangkok: Riva Surya Bangkok 4*
Yangon: The Loft Hotel 4*
Bagan: Tharabar Gate  Hotel 3*
Mandalay: Mandalay Hill Resort 4*
Hanoi: Mercure Hanói La Gare 4*
Hue: Pilgrimage Village 4*
Hoi An: La Residencia Luxury Boutique 4*
Saigon: Liberty Saigon Riverside 4*
Siem Reap: Tara Angkor Hotel 4*
Luang Prabang: Villa Santi 4*

Categoria A
Bangkok: Swissotel Nai Ler  4*
Yangon: Sule Shangri-La 5*
Bagan: Aureum Palace 4*
Mandalay: The Hotel by Red Canal 4*
Hanoi: Apricot Hotel 5*
Hue: La Residence Hotel & Spa 5*
Hoi An: Sunrise Hoi An Resort 5*
Saigon:Renaissance Riverside Hotel Saigon 5*
Siem Reap: Sokha Angkor Resortl 5*
Luang Prabang: Le Palais Juliana 5*

C= Café da manhã A= Almoço J = Jantar
  


Vôos domésticos previstos : 
PG707 Bangkok - Yangon 1345-1435
YH917 Yangon Bagan 0610-0730
YH917 Bagan Mandalay 0745-0815
YH910 Mandalay Yangon 0810-1015
VN1545 Hanoi Hue 2010-2120   
VN1309 Danang Saigon 0930-1040
VN813 Saigon Siem Reap 1630-1730
VN930 Siem Reap Luang Prabang 1430-1625
PG942 Luang Prabang Bangkok 12:45 - 14:50  

Importante:  

  • Pode consultar sua passagem aérea pelo nosso seguinte link Passagem Aérea . O código do aeroporto de Bangkok é BKK. As emissões de passagens pelo nosso sistema gerarão 10% de taxa de serviço em cima das tarifas confirmadas.
  • Preços dos aptos. triplos sujeitos à reconfirmação.  
  • Os preços e o itinerário são sujeitos a alteração sem prévio aviso a qualquer momento. 
  • A ordem e dias de visitas podem ser alteradas localmente mas todas serão cumpridas   










Termos de Uso do Portal
Este portal é de propriedade da Fui Viagens e Turismo, a qual se exime de qualquer ônus decorrente do mal uso das informações aqui disponíveis. Todo conteúdo - texto, imagens, vídeos, links -  deste portal é de propriedade intelectual privada. Sua divulgação - mesmo que parcial - não está autorizada.

Fui Viagens - Nossa Sra. de Copacabana 1183 Cobertura 2 - CEP 22070-011- Rio de Janeiro - Tel: +55 21 2227 3164 - 2113 9050 - info@fuiviagens.com.br
Horários de funcionamento: De Segunda à Sexta: 09:00 - 18:00 - Sábado e Domingo: Fechado
© 2019 FUI VIAGENS BRASIL - Todos os direitos reservados