PACÍFICO - Um mundo a descobrir !


AUSTRÁLIA

SIDNEY: Capital mais antiga da Austrália. É o perfeito equilíbrio entre desenvolvimento e natureza, um verdadeiro paraíso. A Baía de Sidney, com o incomparável Teatro de Ópera , divide a cidade em zona norte e sul ligadas pela ponte da Baía e por um túnel submerso. Os principais lugares de interesse estão na zona meridional, principalmente The Rocks, Sidney Center e Darling Habour.

MELBOURNE: Melbourne, a cidade jardim, é a capital do estado de Victoria e segunda cidade mais importante da Austrália. É a única cidade australiana em que se usa o bonde para o transporte público. Uma cidade cosmopolita, muito conhecida pelos seus jardins e centros comerciais, além de ser capital da cultura e da moda na Austrália. Ponto de partida para percorrer Great Ocean Road com uma espetacular paisagem da costa e das praias desertas de areia branca até chegar a P. N. Port Campbell, onde se encontram maravilhosas formações rochosas conhecidas como Os Doze Apóstolos e a Garganta de Loch Ard.

CAIRNS: Único lugar no mundo onde dois Patrimônios da Humanidade, a Grande Barreira de Corais e Bosques Pluviais, convivem em harmonia. A grande variedade de fauna e flora, os arredores repletos de paisagens naturais únicas e o clima quente tornam esse lugar um paraíso tropical.

AYERS ROCK: Localizado no Parque Nacional de Uluru-Kata Tijuta e reconhecido pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. O maior monólito do mundo, lugar sagrado para os aborígenes e conhecido como “Uluru”, é uma imensa formação rochosa no meio do deserto. Nela se encontra algumas curvas onde os aborígenes deixaram suas pinturas rupestres.

KINGS CANYON: Localizado no Parque Nacional Watarka é um enorme canyon de 270 metros de altura. Passear na beira do canyon é uma experiência que impactará com vistas espetaculares. È possível contemplar estranhas formações rochosas em forma de colméia de “A Cidade Perdida” e o “Jardim do Éden”, uma piscina natural cercada por samambaias e palmeiras.

ALICE SPRINGS: Localizada no centro do continente e encravada no deserto, relembra o tempo dos primeiros pioneiros. Trata-se de uma prazerosa e moderna cidade, em certo sentido, e apesar do seu reduzido tamanho, possui interessantes construções. 

DARWIN: Capital de Northern Territory, uma das regiões mais fascinantes da Austrália. É uma cidade tropical, moderna e tranqüila que surpreende a todos pelo seu ambiente cosmopolita e pela vanguardista de suas construções.

P.N. KAKADU: Com uma superfície de 20.000 km², possui uma extraordinária diversidade de chapada, abismo, cascadas, poça, longos rios com formado de uma serpente e planícies costeiras e fluviais. É um dos lugares mais extraordinários da Austrália, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.
 
PERTH: Capital de Western Austrália, uma explosão de novas construções e modernismo. Uma cidade moderna, vibrante e colorida com o rio Swan na cidade, dando-lhe uma atmosfera muito especial.

KUNUNURRA: Localizada na região de Kimberly junto ao lago Argyle, no rio Ord, próximo ao magnífico Parque Nacional “Vale Escondido”. Nessa região encontram-se antigas formações rochosas de Bungle Bungle no Parque Nacional Purnululu.

BROOME: Localizada na costa, ao sul de Kimberly, é uma cidade cosmopolita, com um porto em que é possível perceber a influência de chineses e japoneses que emigraram no período da procura por pérolas. Cable Beach, nas proximidades de Broome, é o lugar mais popular devido à areia branca e ao azul turquesa de suas águas.

ADELAIDE: Capital do Estado de South Austrália, cidade confortável e bem planejada, localizada em uma área encantadora entre a cadeia montanhosa do Monte Lofty e as tranqüilas águas do Golfo São Vicente. Cercada de bosques de eucalipto, trilhas e campos de golf. O Vale de Barossa é mundialmente conhecido pelos seus vinhedos.

KANGAROO ISLAND: Terceira ilha da Austrália em extensão, depois da Tasmânia e da Ilha Melville. Há grande quantidade de belas praias e de parques nacionais, onde habitam cangurus, coalas, focas, leões marinhos e aves.

TASMANIA
HOBART:
Capital da Tasmânia e a segunda cidade mais antiga da Austrália. Estende-se sobre sete colinas entre as margens do Rio Derwent e o cume do Monte Wellington e possui uma incrível posição frente ao mar semelhante a de Sidney.

LAUNCESTON:
É a terceira cidade mais antiga da Austrália. Possui o encanto do passado com seus edifícios, parques, jardins, passeios junto ao rio, lojas de artesanato e inclinadas ruas com casas de madeira.

CRADLE MOUNTAIN:
O Parque Nacional de Cradle Mountain-Lake St Clair, Patrimônio da Humanidade, é o destino mais popular da Tasmânia, mas ao mesmo tempo conserva seu caráter de isolado e selvagem. Famoso pelos seus picos e por seus magníficos lagos, entre eles o Lago de St Clair, o lago glacial mais profundo do hemisfério do meridional, e o Lago Dove; as Cascatas Pénsil Pin; o bosque de Weindorfer. O lugar também é famoso pela sua fauna única e bosques fluviais com plantas milenares.

Capital: Canberra

Idioma Oficial:
Inglês

Moeda:
Dólar australiano

Fuso Horário:
UTC +8/11

Código Telefônico:
61

Visto Consular:
Brasileiros necessitam de visto de entrada.

Embaixada da Austrália - Brasília - DF
SES QD 801, CONJ. K LOTE 07  CEP 70200-010 - BRASÍLIA - DF  tel: (0xx61) 3226-3111  fax: (0xx61) 3226-1112
e-mail: embaustr@dfat.gov.au
site: http://www.brazil.embassy.gov.au/

Departamento de Imigração e Vistos:
e-mail: immigration.americas@dfat.gov.au (informação pré-solicitação)
e-mail: immigration.brasilia@dfat.gov.au (informação pós-solicitação) fax: (0xx61) 3224-5777
Obs.- Não há atendimento por telefone. Somente Fax ou e-mail.
 
NOVA ZELÂNDIA
AUCKLAND:
Um bom lugar para começar sua visita a Nova Zelândia, é a maior cidade do país e quarta em extensão do mundo. Localizada entre duas grandes baías, Waitemata, ao norte, e Manukau, ao sul. É preciso conhecê-la para entender porque é chamada “Cidade das Velas”.

ROTORUA:
Centro termal e da cultura Maori. Também é chamada de “Cidade do Enxofre”, devido à intensa atividade termal desenvolvida no lugar. Fontes termais, piscinas de lama, gêiseres e torrentes de água quente são encontrados por toda a cidade, cobrindo-a com um cheiro peculiar.

QUEENSTOWN: Cidade montanhosa à margem do Lago Wakatipu e cercada pelas Montanhas Remarkables que fazem dela um lugar mágico. Considerada a capital dos esportes radicais, oferece uma grande quantidade de atrações, umas naturais e outras criadas pelo homem como Bungee Jumping, rafting e parapente. Um mundo de aventura.

CHRISTCHURCH: A “Cidade dos Jardins” que melhor conserva o ambiente britânico fora da Inglaterra, com belos edifícios em estilo inglês. 
 

                                                                                      

australia
australia nova-zelandia australia australia nova-zelandia nova-zelandia nova-zelandia australia nova-zelandia nova-zelandia nova-zelandia nova-zelandia nova-zelandia australia australia australia australia nova-zelandia nova-zelandia nova-zelândia nova-zelândia nova-zelândia nova-zelândia nova-zelândia auckland australia australia australia australia cairns melbourne australia



WELLINGTON:

Capital de Nova Zelândia e capital cultural do país, localizada entre colinas de um lado e uma baía em outro. É uma cidade vital, com muitos cafés, restaurante, vida noturna e atividades culturais e artísticas.

KAIKOURA:

Povoado pesqueiro onde além de degustar seus famosos frutos de mar, poderá juntar-se a excursões que tem como objetivo a contemplação de golfinhos, focas, baleias, pingüins azuis e águas marinhas.

ILHAS FIJI

Esse arquipélago da Melanésia é formado por 300 ilhas espalhadas em mais de meio milhão de km² e com 3.500 anos de história. Possui exóticas paisagens, praias cristalinas, ilhas de coral, complexos de luxo, cidades modernas, pequenos povoados, vilas tradicionais e 800.000 melanésios, polinésios, indianos, chineses e europeus oferecendo um leque de culturas e experiências. Um lugar onde os lagos vulcânicos de água transparente competem em beleza com a água turquesa da barreira de recifes.

ILHAS COOK
Essas ilhas devem seu nome ao famoso navegante Capitão James Cook, ainda que nunca chegasse a pisar nos seus territórios.  Esse arquipélago é formado por 15 ilhas importantes, devido a sua localização em meio ao triângulo Polinésio do Pacífico do Sul. A principal ilha, Rarotonga, é de extrema beleza com montanhas muito altas e uma exuberante vegetação em seu interior virgem e pouco povoada. Avarua é a capital. Aitutaki, considerada a ilha mais bonita do Pacífico, é cercada por uma lagoa em formado de triângulo e salpicada por motus ou pequenas ilhas que constituem um dos principais atrativos.

POLINESIA
TAITI:
Maravilhosa ilha de formação vulcânica com grande vegetação e cercada por arrecifes de coral que contornam as plácidas lagoas de cor azul turquesa. Papeete é a capital comercial e administrativa da Polinésia Francesa, além de ser um ponto de conexão com as outras ilhas.

MOOREA: Quem nunca sonhou com Moorea? Esse recanto mágico da Polinésia Francesa é um paraíso em todos os sentidos. Ilha montanhosa, com seus declives cobertas de plantações de abacaxi, abacate e toranja. Há oito vales que formam uma estrela e do mirador de Belvedere (ou Roto Nui) é possível admirar a paisagem das duas baías, Cook e Opunohu. A maioria dos hotéis realizam o casamento típico taitiano, no entanto um dos locais mais famosos e apropriados para o casamento é  na Tiki Village em Moorea. O casamento é realizado em uma pequena aldeia típica taitiana com vista para a lagoa. É um lugar especial para o  casamento ou para renovar os votos. O casal é recebido na aldeia com músicos e bailarinos locais. A noiva é acompanhada até o "Fare" ou a casa típica "Tarumi" para ser preparada para a cerimônia. Aqui ela receberá massagem com o óleo " monoi" e vestida como uma princesa taitiana.Ao mesmo tempo o noivo é levado por uma canoa até a praia onde será tatuado e vestido como um chefe taitiano. E então retornará à aldeia onde estarão todas as outras pessoas, o padre e convidados que estarão vestidos para a ocasião também. Posteriormente o casal é oficialmente apresentado um para o outro com seus trajes típicos de matrimônio. O padre os convida para se reunirem no templo taitiano "Marae" onde   é celebrada a união.  Durante a cerimônia as mulheres da aldeia cantam maravilhosas canções religiosas. Após a cerimônia, o casal é amarrado com lençol branco a dois tronos, colocados sobre uma canoa, e levados para um bangalô em alto-mar para consumar o casamento. Duas horas depois, os mesmos homens que os levam os buscam.  O casamento taitiano inclui o rebatismo com nomes polinésios. Se o casal já tem filhos, eles também recebem novos nomes. E, se pretendem aumentar a prole, são listados nomes para os filhos vindouros.

BORA BORA: Faz parte desses destinos que ao se falar o nome faz sonhar com um paraíso exótico com praias de areia branca. A ilha possui dois vulcões, Otemanu e Pahia, e é cercada por arrecifes de coral que protegem a maravilhosa lagoa esmeralda-turquesa de água cristalina onde habita uma fauna tropical de cores extraordinárias.

RAIATEA: Cheia de misticismo e com um caráter sagrado, seus habitantes dizem que foi a primeira ilha habitada pelos humanos, cujo primeiro rei era filho do Deus Criador.  Na ilha localiza-se o monte Temehani, cascatas, baías e vales férteis com um encanto indiscutível. Compartilha as esplendorosas águas de uma lagoa de cor azul com sua ilha vizinha Tahaa.

TAHAA: Ilha vizinha de Raiatea, fechadas por um mesmo arrecife de coral e conhecida como “ilha baunilha” devido às plantações que há no lugar e impregnam os montes e as aldeias com seu aroma. Um majestoso maciço coberto por uma vegetação de cor esmeralda e cortado por três vales, águas com belas tonalidades verde-azul e ambiente tipicamente polinésio fazem com que desapareça dúvidas sobre a magia do lugar.

HUAHINE: Com sua natureza selvagem e suas águas azul turquesa, essa ilha é um paraíso para aqueles que procuram um lugar não tão explorado pelo turismo de massa. É formada por duas ilhas Huahine Nui e Huahine Iti, ligadas por um istmo e conta com magníficas baías e praias de areia branca. É a ilha mais apreciada pelos surfistas.

RANGIROA: Extenso e estreito arrecife coberto por 240 ilhotas que se sucedem uma atrás da outra até se perder no nevoeiro azulado. É o maior atol das ilhas Tuamotu e o segundo do mundo, com um mar interior de 68 km de comprimento por 25 de largura onde não é possível esquecer o espetacular e inesquecível pôr do sol. Possui areia de cor rosada, uma lagoa azul onde o azul turquesa do mar é mais intenso e a brancura de suas praias desertas, formações de corais petrificados e um cenário excelente para mergulhar.

MANIHI: Atol das Ilhas Tuamotu, conhecido pela produção de pérolas negras. Perdido entre a imensidão do céu e do mar, é um lugar ideal para viver em pleno contato com a natureza. O anel de coral se interrompe em um único lugar, onde são excelentes as condições para mergulho.

TIKEHAU: A beleza e a abundância de sua fauna, fazem dela um lugar ideal para mergulhar, sobre tudo entre barracudas e atuns, sem esquecer a presença de tubarões cinza ou o de ponta branca.
 
FAKARAVA: O segundo maior atol da Polinésia, de forma retangular. UNESCO declarou-o, junto com as suas seis ilhas vizinhas, “Reserva da Biosfera” devido a sua riqueza marinha.

NUKU HIVA: Situada no centro de uma cratera um pouco afundada no mar, no grupo norte das ilhas Marquesas, é a maior ilha do arquipélago. Batizadas assim pelo espanhol Álvaro de Mendaña no século XVI e chamadas pelos seus habitantes “Te Henua Enana”, terra de homens onde abruptos e íngremes vales se sucedem uma exuberante vegetação.

HIVA OA: Situada no grupo sul das ilhas Marquesas, é a maior ilha desse grupo, a ilha dos monumentos Tiki que conservam seu caráter selvagem e o ritmo tranqüilo das atividades tradicionais. Álvaro de Mendanha descobriu as ilhas do sul: Fatu Hiva, Tahuata e Hiva Oa.
Termos de Uso do Portal
Este portal é de propriedade da Fui Viagens e Turismo, a qual se exime de qualquer ônus decorrente do mal uso das informações aqui disponíveis. Todo conteúdo - texto, imagens, vídeos, links -  deste portal é de propriedade intelectual privada. Sua divulgação - mesmo que parcial - não está autorizada.

Fui Viagens - Nossa Sra. de Copacabana 1183 Cobertura 2 - CEP 22070-011- Rio de Janeiro - Tel: +55 21 2227 3164 - 2113 9050 - info@fuiviagens.com.br
Horários de funcionamento: De Segunda à Sexta: 09:00 - 18:00 - Sábado e Domingo: Fechado
© 2019 FUI VIAGENS BRASIL - Todos os direitos reservados