INFORMAÇÕES
SOBRE A ÁFRICA

 

Bem- vindos à África Oriental

Um safári (palavra Kiswahli que significa “Viagem”) é a melhor combinação de experiências relaxantes. Uma viagem interior e pessoal para conhecer o ciclo da vida... A sobrevivência dia a dia.


Nairóbi
Capital Quêniana. Ponto de partida dos safáris e uma das capitais mais modernas do Continente Africano. Se puder, desfrute de seu Museu Nacional.


Aberdare
Área montanhosa frente ao Monte Quênia. Possui os famosos “Hotéis Árvore”. Seus bosques abrigam espécies como o macaco “Colobo Negro”.


Amboseli
Terra Masai.  Ponto básico para desfrutar da vista do Monte Kilimanjaro, o mais elevado do continente africano. O elefante caminha sem problemas pela savana.


Samburu
Área semidesértica que abriga espécies autóctones como a zebra Gravy e a girafa reticulada e também os leopardos e crocodilos.


Monte Quênia
A segunda maior montanha da África. O “Hollywoodiense Mount Quênia Safári Club” é ideal para a lua de mel.


Lago Nakuru
Flamencos rosa, rinocerontes negros, e com sorte o leopardo. Um lago de água salgada em pleno Grande Vale do Rift .


Lago Naivasha
Lago de água doce. Safáris em lancha.  Hipopótamos e águias pescadoras.


Masai Mara
O sonho de todo viajante. A porção Quêniata do Serengeti Tanzano. Todos os anos a migração dos antílopes atrai todo tipo de espécies de animais.


Tsavo
Mesmo que desconhecido, não é o menos interessante dos demais parques. O elefante reina em seus domínios. Abrigou os famosos “leões caçadores de homens”.


Serengeti
Uma das mais grandiosas áreas da vida animal do planeta. Em suas diversas áreas encontramos ecossistemas próprios de grandíssimo valor ecológico. O lar dos “cinco grandes” (Big Five): leão, leopardo, elefante, búfalo e rinoceronte.

 

Lago Manyara
Um oásis da vida animal. Em especial destacam-se os famosos leões descansando nas sombras das árvores.


Cratera de Ngorongo
Talvez seja a mais surpreendente reserva animal. Uma gigantesca cratera na qual não se pode entrar nem se pode sair. Os animais sempre estão ali. A vegetação é baixa, na qual se permite a visibilidade total.


Tarangire
O melhor ponto de abastecimento de água para as espécies (principalmente elefantes) que se esbaldam.


Zanzibar
Ilha paradisíaca de intermináveis praias de areia branca. A “Cidade de Pedra” é um Patrimônio da Humanidade. Famosa por suas especiarias (cravo, canela, baunilha).
 
Mombasa
Um dos portos mais importantes do Continente Negro. Extensas praias, reservas naturais marinhas e um lugar histórico muito interessante.


Lamu
Pequena ilha ao norte da costa. Guarda toda a magia da cultura Swahilli. Só há um carro, o restante das pessoas caminha ou cavalga em burros.


Malindi
Charmosas praias com seletos hotéis. Uma excelente maneira de relaxar depois de um excitante safári.


Selous
Quase na fronteira com Moçambique. Um éden selvagem que permite observar a natureza em seu estado mais puro.


Como escolher seu safári?

Hospedagem
Durante o safári podemos alojá-los em “lodges” (cabanas construídas com matérias sólidos) ou “ tented camps” (tendas de campanha com todas as comodidades assentadas sobre plataformas com banheiro completo), ideais para estar em harmonia com o entorno.  Em alguns casos utilizamos tendas de campo móveis construídas durante determinadas épocas do ano em áreas especiais (como Serengeti) seguindo o curso da emigração.
Nas cidades dispomos de hotéis, alguns delas das mais conhecidas redes mundiais e por último nas áreas do Parque de Aberdare e Monte Quênia encontramos com os denominados “ Hoteis Árvore”  como o “ Treetops” e o “The Ark” ( Arca de Noé) nos quais podemos contemplar as espécies em plena liberdade, nós seremos os enjaulados.

Nos “Hotéis Árvore” “pernoitamos deixando os pertences principais nos denominados “Hotéis Base”.


Veículos
O transporte é feito de mini ônibus. A capacidade é de 7 assentos dos quais utilizamos unicamente 6. O trecho permite que se tire foto.
 
Guias
Dispomos de guias locais e guias condutores que falam espanhol ou inglês.


Qual é a melhor época para viajar?
Durante todo o ano. Em épocas de chuva (Abril-Maio e Outubro- Novembro), a savana fica colorida e descobrimos contrastes impressionantes. Uma época muito boa para viajar são os meses de  abril, maio e junho, pois é baixa temporada quanto aos  preços e a migração dos antilopes acontece nessa época em Masai Mara (Quênia).
 
Comida
Pode ser tipo buffet ou em três pratos. As bebidas salvo exceção nos hotéis da costa, não vão inclusas. O café da manhã nos hotéis da cidade parece com o britânico.
 
Vestimenta
Muito confortáveis. Peças de algodão que nos façam sentir-nos frescos e confortáveis. Também recomendamos chapéus e protetor solar. Sapatos confortáveis que protejam o pé. Desaconselhamos o uso de malas duras. É melhor levar malas que sejam maleáveis para caberem nos veículos.
 
Vacinas
As normas variam ao longo do ano. A vacina de febre amarela é recomendável. O tratamento contra a malária também, mas antes é preciso consultar um médico.


Documentação
Os vistos para Quênia e Tanzânia podem ser obtidos na entrada do país abonando 50 USD (a reconfirmar). É preciso dispor de passaporte com validade mínima de seis meses.

Dados Quênia:
Capital: Nairobi
Idioma Oficial: Inglês, Kiswahili

Moeda: Shilling
Fuso Horário: UTC +3
Código Telefônico: 254


Embaixada do Quênia em Brasilia - DF
SHIS QL 10, Conjunto 08, Casa 08, Lago Sul
Brasilia, DF   CEP 71.630-085
tel (61) 3364-0691
fax (61) 3364-0978

Embaixada do Brasil em Nairóbi
Tanar Center, UN Crescent Road
UN Close Gigiri
Nairobi - Kenya
tel. (00XX25420)712-5765fax (00XX254 20) 712-5767

Dados Tanzânia:
Capital: Dodoma
Idioma Oficial: kiswahili e inglês

Moeda: Tanzanian shilling
Fuso Horário: UTC +3
Código Telefônico: 255

Embaixada  da Tanzânia em Brasilia - DF
SHIS QI 09 conjunto 16 casa 20 – Lago Sul
CEP: 71.625-160 - Brasília / DF
tel. (0xx61) 3364-2629 / 0419
fax: (0xx61) 3248-3361
 


viagens-áfrica-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul
viagens-áfrica-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-vitoria-falls viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul-antílope viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-madagascar viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana-kenia Senegal b viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul-gorila viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul Senegal d viagens-africa-safari-pacotes-quénia-zanzibar viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-africa-do-sul viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-botswana viagens-africa-safari-pacotes-quénia-seychelles viagens-africa-safari-pacotes-quénia-seychelles viagens-africa-safari-pacotes-quénia-zanzibar


Sul da África
Informações básicas
Documentação

Os brasileiros precisam de visto para entrar em Zimbabwe e  Zâmbia. Nestes dois países o visto se tramita na entrada junto com as taxas de aeroporto, no total de 50 USD (pode mudar sem aviso prévio). Não se admitem notas de US$ 100 para  o pagamento. Na África do Sul, Botswana e Namíbia basta o passaporte com validade mínima de seis meses. Não há exigência de visto para estes últimos três países.                           
                           Capital              Cod. Tel 
Zimbabwe           Harare                +263
Zâmbia                 Lusaka               +260
África do Sul        Pretória               +27
Botswana            Gaborone            +267
Namíbia                Windhock            +264


Moeda
Em todos os casos é preciso usar a moeda dos países a serem visitados. Estas moedas não tem validade no Brasil , por isso não recomendamos trocar em grande quantidade.
Câmbios aproximados
África do Sul 1 € = 10 Zar
Zimbabwe: Dólar de  Zimbabwe 1 € = 6.500 ZWD
Zambia Kwacha 1 € = 4.800 ZMK
Botswana Pula 1 € = 6 BWP
Namibia Dolar Namibio 1 € = 10 NAD

Nas grandes cidades (Johannnesburg, Cidade do Cabo, Durban, Windhoek) é possível sacar dinheiro com cartão de crédito nas caixas automáticas.


Vestimentas

É conveniente levar roupas confortáveis, e quentes para as noites. Nas cataratas da Vitória também convém levar capa de chuva e sapatos impermeáveis. Também convém levar bolsas pequenas,  mochila com o necessaire para passar a noite no caso de extravio de bagagem, especialmente peças íntimas.


Vacinas:
Em nenhum país se exige.  Se desejar é recomendável a vacina de Febre Amarela. No tratamento contra a malária pode-se tomar desde que faça consulta prévia com médico. É obrigatório o certificado de vacinação de febre amarela para aqueles passageiros que vierem do leste da África e zonas infectadas.


Compras
Especialmente artesanato principalmente de madeira. Pedras preciosas e semi-preciosas. Na África do Sul os vinhos são prestigiados mundialmente. Se adquirir produtos provenientes da caça é muito importante solicitar fatura e autorização por terem sido manufaturados.
 
Comidas
Nesses países o café da manhã é abundante. Ao meio dia o almoço é rápido e o  jantar bastante consistente. A carne é excelente assim como o peixe e o marisco. Um belisco  popular é o “Biltong” carne seca com pimenta e especiarias. Pode ser acompanhado com carne boi, avestruz, kudu, elam, antílope ou “spring-book”.
 

Segurança
Convém tomar as precauções básicas em grandes cidades; não sair à noite com muito dinheiro e jóias; não transitar por áreas escuras ou perigosas; não trocar dinheiro no mercado negro. Se obtiver objetos de valor é recomendável depositá-los nos cofres dos hotéis. Não deixar câmeras nos veículos.
 

Namíbia
Windhoek:
Uma capital jovem e vitalizada com excelentes mercados artesanais.


Parque de Etosha:
Espetacular habitat da vida animal com safáris inesquecíveis. Um dos mais importantes parques do mundo.


Damaraland: Planalto semidesértico com variadas atrações naturais e pontos pré-históricos. A tribo “Himba” destaca-se por seus corpos esbeltos e suas curiosas vestimentas.

Costa dos Mosquitos (“Skeleton Coast”): Uma imensa faixa de areia e dunas habitada por focas e leões marinhos. Restos de naufrágios e cidades de veraneio: Swakopmund e Walvis Bay.
 
Deserto Namib:
Suas dunas avermelhadas de grande beleza seduzem o viajante. Uma paisagem inigualável. Por si só, merece ser visitada.


Deserto de Kalahari:
Um dos mais impressionantes do mundo. Podemos explorá-lo a pé acompanhado de guias.


Safáris: São feitos em veículos especiais ou em 4x4 d capacidade reduzida. Em Etosha se recorre  pelas estradas e pelos trilhos.


Distâncias: O viajante deve ir preparado para enfrentar grandes distâncias, pois o país é muito extenso.


Vôos internos: Se toma tempo pegando vôos internos regulares ou aviões de pequeno porte.

Serviços: Em inglês.
 
África do Sul

Tshwane (Pretoria): Capital administrativa.   A  “ Cidade das Jacarandás”


Sun City:
Um enclave exclusivo para os amantes da hotelaria de luxo e de golf.


Mpumalanga:
Conta com autênticas maravilhas naturais como o “Canhão do Rio Blyde” ou o “Vento dos Deuses”, as Cataratas MacMac e o encantador povoado de “Pilgrim´s Rest”.


Parque Kruger:
Um dos parques naturais mais importantes do mundo. Um impressionante paraíso ecológico. Surpreendente!


Cidade do Cabo:
Sem duvida uma cidade encantadora. A alguns quilômetros podemos desfrutar de pingüins, focas, baleias próximo ao mítico Cabo de Boa Esperança.


Ruta Jardim:
Entre a Cidade do Cabo e Porto Elizabeth se estende uma área rica em cavernas, lagoas, bosques e reservas naturais.


Durban:
Capital do Estado de Kwazulu-Natal. Uma cidade que lembra a Índia ou Malásia.
 
Zukukandia:
Toda a cultura e folclore Zulu a poucos quilômetros de Durban.


Swazilandia:
País e reino independente em cuja capital ,Mbabane , encontramos pitorescos mercados de artesanato popular.


Johannesburgo:
Em todos os casos a hospedagem fica em zonas residenciais e comerciais de total segurança (Rosebank, Santon o Kempton Park)


Safáris: Na área do Parque Kruger se pode optar entre:

Tour Regular: Saída por carreta desde Johannesgurgo com guia em espanhol. Visita em Mpumalanga e hospedagem em um lodge. Próximo ao parque. No dia seguinte um safári em 4x4 pelo interior do parque.


Reservas Privadas: Próximas ao Parque. Os safáris são com guias em inglês em veículos 4x4 com total mobilidade. O transporte se efetua em vôo regular ou charter desde Johannesburgo ou Cidade do Cabo.

Zimbabwe e Zâmbia (Cataratas Vitoria)  - Botswana ( Delta do Okavango e Chobe)


Cataratas Victoria:
Situada entre Zimbabwe e Zâmbia. Uma gigantesca “brecha” produzida pela erosão do rio Zambeze. Inesquecível.


Delta de Okavango:
Uma singular maravilha natural. O rio Okavango não chega nunca ao mar, pois é absorvido pelas areias do deserto de Kalahari.
 
Chobe:
Rio que serve durante a temporada de seca, de ponto de parada para as manadas de elefantes, rinocerontes e predadores.


Safáris:  Podem ser efetuados em veículos especiais 4x4 e também caminhando, de lancha ou de “mokoros” (canoas típicas do OKavango)


Tipo de hospedagem: nas Cataratas Vitoria dispomos de hotéis de categoria 3, 4 e 5 com um serviço esmerado. O Delta de Okavango e Chobe dispõe de “camps” com uma qualidade excelente.  Sua capacidade muito reduzida. A estadia é sempre em pensão completa. Em alguns camps de Okavango e em Chobe também se incluem as bebidas e lavanderia.

Links Relacionados
Termos de Uso do Portal
Este portal é de propriedade da Fui Viagens e Turismo, a qual se exime de qualquer ônus decorrente do mal uso das informações aqui disponíveis. Todo conteúdo - texto, imagens, vídeos, links -  deste portal é de propriedade intelectual privada. Sua divulgação - mesmo que parcial - não está autorizada.

Fui Viagens - Nossa Sra. de Copacabana 1183 Cobertura 2 - CEP 22070-011- Rio de Janeiro - Tel: +55 21 2227 3164 - 2113 9050 - info@fuiviagens.com.br
Horários de funcionamento: De Segunda à Sexta: 09:00 - 18:00 - Sábado e Domingo: Fechado
© 2019 FUI VIAGENS BRASIL - Todos os direitos reservados