Japão e Coréia do Sul
   

 Informações sobre o Japão  

 

Japão é o país da harmonia por excelência, da fusão do Oriente com o Ocidente, do velho e do novo.

 

Tóquio: a capital do Japão. Em 1868 o imperador Mutsu-Hito compreendeu que o novo período se abria com a instauração efetiva da soberania imperial exigia uma nova capital, elegendo a enorme cidade de Edo, mas mudando o nome para Tóquio no lugar de Kyoto, que havia sido residência dos imperadores durante sete séculos. Tóquio (Tokyo) nada mais é do que a palavra Kyoto com uma transposição de sílabas. Entre seus monumentos se destacam:

 

  • O Palácio Imperial, edificado sobre cimentos do primeiro castelo construído no séc. XV pelos “Senhores de Edo”.
  • O Templo do Imperador Meiji. É um dos lugares de peregrinação mais sagrados do país.
  • O Templo de Asakusa Kannon é o templo mais antigo da capital, além de ser um dos lugares com ambiente mais oriental.

 

Nikko: a cidade de Nikko é mundialmente famosa pelos santuários de Toshogu e Futarasan e pelo templo de Rinnoji, todos em perfeita harmonia com a natureza. Entre seus monumentos destacamos:

 

  • O Shinkyo, a ponte sagrada.
  • A Avenida dos Cedros. Ao seu redor existem 13.000 cedros, de vários séculos de vida.
  • O Templo do Rinnoji, onde há três estátuas gigantes: a Kannon (Deusa da Misericórdia) de mil braços.
  • O Santuário de Toshogu. Mistura de arquitetura budista e xintoísta.
  • O Jardim Botânico de Nikko, 10 min. a pé do santuário.

 

Monte Fuji: O Monte Fuji, de 3.776 mts. de altura, é o pico mais alto do Japão e um dos cones simétricos mais bonitos do mundo.

 

Hakone: Se localiza entre o Monte Fiji e a península de Izu. Entre seus principais pontos de interesse destacamos:

 

  • O Lago Ashi, a 723 mts. de altura, é a atração principal de Hakone.

 

Nagoya: É a cidade mais importante do centro de Honshu e junto com Tóquio e Osaka constitui o coração das atividades econômicas do país. As principais atrações turísticas são:

 

  • O Castelo de Nagoya, famoso por sua torre de cinco de cinco andares com um par de golfinhos dourados.
  • O Santuário Atsuta, famoso pela espada de Segar Hierba, um dos três tesouros da Casa Imperial.

 

Osaka: É o centro comercial e industrial de todo o oeste do Japão. Entre os monumentos de maior importância destacam-se o Castelo de Osaka, o Santuário Temmangu, o Templo de Shitenoji, etc...

 

Kyoto: Está situada a 43 km ao nordeste de Osaka. Kyoto segue sendo o coração cultural e espiritual do Japão. Entres seus principais pontos de interesse destacamos:

 

  • Castelo Nijo, foi construído em 1603 e serviu de residência dos shogunes Tokugawa quando estiveram em Kyoto.
  • Palácio Imperial de Kyoto, fascinante por sua elegante simplicidade.
  • Santuário Heian, comemora o aniversário de 1.100 anos da fundação dessa antiga capital.
  • Templo Kinkakuji (Pavilhão de Ouro), foi a princípio vila de recreio para o Shogun Ashikaga, mas com sua morte, se converteu em um templo.
  • Santuário de Sanjusagendo, que contém 1.030 imagens de Buda.

 

Nara: Foi a capital da nação, o berço da arte, da indústria e da literatura japonês. Entre seus principais pontos de interesse destacamos:

 

  • Parque de Nara, conhecido popularmente como o Parque dos Cervos.
  • Templo Todaiji, é famoso pelo Grande Buda “Daibutsu”.
  • Santuário Kasuga, é um dos templos xintoístas mais famosos do país.

 

Takayama: O Vale de Takayama está situado nos pés dos chamados Alpes Japoneses. Entre seus principais pontos de interesse destacamos:

 

  • Casa de Kusakabe, é um pequeno museu de artesanato, com um desenho único na região.
  • Yatai Kaikan, aqui se expõe as carruagens tradicionais que ainda se usam nos festivais de Takayama.

 

Shirakawago: A poucos kilômetros de Takayama, se encontra esse lindo lugar declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO desde 1995. Aqui foram localizadas mais de 30 granjas destinadas a serem demolidas para a construção de uma represa. Localizada em um lugar privilegiado e com fabulosas vistas.

 

Kanazawa: Residência durante a época Edo da segunda família mais importante do Japão, os Maedas. Entre seus principais pontos de interesse destacamos:

 

  • Jardim de Kenrokuen: um dos jardins mais perfeitos e refinados do país.

Okayama:

É centro industrial e cultural da região de Chugoku. É famosa por suas porcelanas Bizan-yaki e o jardim Korakuen, que é um dos mais bonitos do Japão.

 

Kurashiki: É uma cidade onde se combinam o antigo e o moderno. Na época feudal a cidade prosperou como um porto exportador de arroz produzido na região.

 

Hiroshima: Progrediu consideravelmente e recebeu o nome de “A Cidade da Paz”. Entre os lugares interessantes aparecem o Jardim Shukukeien, o Castelo de Hiroshima, o Parque Comemorativo da Paz, o Museu da Paz e a Cúpula da Bomba Atômica, que é o único monumento sobrevivente.
O Mar Interior: O Mar Interior, Seto-Naikai em japonês, esta delimitado por três ilhas principais de Honshu, Shikoku e Kyushu. O estreito entre Honshu e as Ilhas de Shikoku e Kyushu tem uns 500 km de longitude. Consiste realmente em uma cadeia de cinco mares unidos por canais que se convertem em uma das mais pitorescas extensões marítimas de todo o mundo.

Miyajima: Também é conhecida pelo nome de Ilha-Santuário. É uma pérola turística do Mar do Interior. Está a menos de 1 hora de Hiroshima de trem ou barco. É uma ilha esplêndida, de uns 31 km de circunferência e notável, sobretudo pelo Santuário Itsukushima, na parte norte.

 

Ise, Toba e Ilha das Pérolas: Ise é célebre por seu Santuário, um dos mais importantes dos monumentos xintoístas. Toba forma um porto no auge. A atração que mais se destaca é a Ilha das Pérolas, onde se vê em seu Museu sua fabricação e, além disso, se desejar observará as coletas dos mergulhadores.

Koyasan:

Koyasan, importante centro religioso que atrai cada ano mais de um milhão de peregrinos budistas. Situado na montanha, entre cedros gigantes, abriga inúmeros templos, pequenas estupas e santuários.

Himeji:

Famoso por seu Castelo, Patrimônio da Humanidade desde 1993 e um dos castelos feudais mais importantes do Japão, contando o de Matsumoto e Kumamoto.


viagens-japão-pacotes-japão-tóquio
viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-japão-pacotes-japão viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio-nara viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-japão-pacotes-japão-tóquio viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul viagens-coréia-do-sul-pacotes-seoul

Fotos: Angela Güzey

 

SAIBA QUE...

Que roupa levar?
A vestimenta do viajante dependerá da época em que vá visitar o país. O Japão tem quatro estações climáticas. Na primavera, verão e outono, roupas leves podem ser usadas. Os verões no Japão são úmidos. Nos meses de inverno, em que as temperaturas diminuem, aconselha-se levar roupas de frio.

 

Visto
Os brasileiros precisam de visto para poder entrar no Japão.
Para mais informações:
Embaixada do Japão - SES, Avenida das Nações, quadra 811, lote 39 70425-900 BRASÍLIA– DF Tel: (61) 3442- 4200 Fax: (61) 3242-2499


Embaixada do Brasil no Japão: Kita Aoyama 2-11-12
Minato-ku, Tokyo 107-8633 JAPAN
Tel: (03) 3404-5211

 

O que comer
Como muitas das manifestações do país, a gastronomia japonesa é uma delicada obra de arte. Não só pela forma de misturar os ingredientes, mas também, pela beleza e apresentação de seus pratos. No Japão se encontrarão novos sabores, aromas e sensações que estamos certos que lhe cativarão.

 

Cerimônia do chá
O chanoyu ou cerimônia do chá é um culto estético sempre em voga no lar de muitas damas japonesas. É considerada ao mesmo tempo uma disciplina mental e uma maneira de aprender etiqueta e boas maneiras.

 

Festivais
Dos festivais japoneses o “Matsuri” tem um dos aspectos mais coloridos da vida japonesa. Significa “chamar os deuses”.

 

Sumô
Esporte tradicional com lutadores que pesam de 100 a 200 kg. Combates impactantes cheios de força.

 

No
O No, com uma história de sete séculos, eram entre suas origens uma forma rústica de drama lírico representado durante os intervalos dos rituais xintoístas. Constitui atualmente uma das formas mais estilizadas do teatro japonês, caracterizado por um recitativo rítmico, uma música clássica e movimentos simbólicos dos representantes.

 

Kabuki
O Kabuki é a forma teatral mais popular. As obras de kabuki são representadas durante praticamente todo o ano, no Teatro Kabukiza ou no Teatro nacional em Tokyo. Combina o jogo cênico, uma declamação rítmica apoiada na música viva do shamisen, os esplêndidos trajes e a maquiagem, colocados em cena e decorados com muita elaboração.

 

 Informações sobre a Coréia do Sul 


A Península da Coréia é uma das mais montanhosas do mundo, localizada entre o Mar Amarelo e o Mar do Leste, possui uma superfície total de 99.500 km² e uma população de 48 milhões de habitantes. Antigos escritores chineses a mencionam como a origem da melhor seda do mundo. O nome tem sua origem no reino da Dinastia Goryeo que controlou a península durante os séculos X e XV. No século XII a região foi descoberta por Marco Pólo durante sua expedição marítima ao longo da costa da China. Dividida desde 1953 em Coréia do Norte e Coréia do Sul, com ideologias totalmente opostas, desde 1990 os governos de ambas mantém uma postura de cordialidade.

Moeda: Won

Fuso Horário:
UTC +9

Código Telefônico:
82


Vistos Consulares:
Brasileiros estão isentos de visto à turismo para permanência de até 90 dias.


Embaixada e Consulados Brasileiros no Exterior:

Embaixada do Brasil em Seul
141, IHN Gallery Bldg. 4-5 Floor
Pappan-dong, Chongro-gu, Seoul,
Republic of Korea - CEP: 110-220
Fone: (822) 738-4970 (Geral)
Fax:  (822) 738-4974


Embaixada  da República da Coréia em Brasilia - DF
SEN Av. das Nações, Lote 14
Brasília - DF - CEP:70436-900 
Tel:  (061) 3321-2500
Fax (61) 3321-2508


Consulado-Geral  em São Paulo - SP 
Av. Paulista, 37, 9° Andar
São Paulo – SP  -  CEP:01311-902 
Tel:  (011) 3141-1278    
fax: (01) 3141-1279


Costumes e tradições

Jerye “rito em honra aos antepassados”, segundo a tradição coreana quando uma pessoa falece seu espírito permanece durante quatro gerações e será lembrado como um integrante da família, especialmente na data do falecimento, no dia do ano novo lunar e o dia de graças. Os coreanos acreditam que felicidade e harmonia se devem às boas ações e à benção de seus antepassados.


Gimjang é um costume coreano que se pratica há séculos e que foi passado de geração a geração. Consiste em preparar Kimchi nos meses frios de inverno e seus principais ingredientes são repolho coreano e nabo, recheado com cebola, alho vermelho moído e peixe fermentado, colocado em um recipiente coberto por palha para fermentar por uma semana. Essa comida é feita no início do inverno e proporciona uma comida fermentada indispensável para todas as comidas. Essa tradição se mantém principalmente no campo, onde a fermentação é realizada nos pátios das casas, e no resto da Coréia há numerosos mercados temporários com a venda de Kimchi.


Feriados na Coréia

01 de Janeiro: Ano Novo

18-20 de Fevereiro: Feriado do Ano Novo Lunar

01 de Março: Dia de memória ao Movimento de Independência

05 de Maio: Dia das Crianças

25 de Maio: Aniversário de Buda

06 de Junho: Dia da Memória Nacional

15 de Agosto: Dia da Independência da Coréia

26-29 de Setembro: Feriado de Ação de Graças

03 de Outubro: Dia da Fundação da Coréia

09 de Outubro: Dia da Proclamação de Hangul

25 de Dezembro:  Natal

Termos de Uso do Portal
Este portal é de propriedade da Fui Viagens e Turismo, a qual se exime de qualquer ônus decorrente do mal uso das informações aqui disponíveis. Todo conteúdo - texto, imagens, vídeos, links -  deste portal é de propriedade intelectual privada. Sua divulgação - mesmo que parcial - não está autorizada.

Fui Viagens - Nossa Sra. de Copacabana 1183 Cobertura 2 - CEP 22070-011- Rio de Janeiro - Tel: +55 21 2227 3164 - 2113 9050 - info@fuiviagens.com.br
Horários de funcionamento: De Segunda à Sexta: 09:00 - 18:00 - Sábado e Domingo: Fechado
© 2019 FUI VIAGENS BRASIL - Todos os direitos reservados