Malta - Chipre - Sardenha

Malta
As primeiras horas na ilha desorientam os viajantes, porque Malta tem características européias em sua arquitetura e costumes, mas em uma primeira vista poderiam aparentá-la com alguma cidade do Magreb pela cor amarelada da pedra calcária que decora cada canto das ruelas da ilha.

 

Desde sua chegada, o selo da Ordem dos Cavaleiros de Malta estará presente em cada canto, antiga ordem hospitalar e militar que ocupou a ilha durante 268 anos.

 

Destino ideal para os amantes dos esportes aquáticos, das paisagens mediterrâneas e a história de cada povo concentrada em tão só 27 km de comprimento x 14 km de largura.

 

Não deixe de visitar a Catedral de San João na capital e o Grande Harbour na capital e desfrute de um passeio de barca pela Gruta Azul em Zurried no sul da ilha.

 

Lugares de destaque:
Mdina
Antiga capital de Malta, a cidade que pede silêncio. Com uma beleza de palácios medievais e renascentistas; igrejas, fortificações. Atualmente vivem na Mdina só 400 pessoas, em sua maioria famílias de ascendente nobre que residem em palácios restaurados. 
 
Marsaxlook
Pitoresco povoado de pescadores no sul da ilha. Tanto nas dghajsa, como nos luzzu (embarcações tradicionais de pescadores), aparecem entalhados os olhos de Osiris como talismã para proteger os navegantes. 
 
Ilha de Gozo
Desde o porto de Cirkewwa partem os feries a Gozo, em uma travessia de só 30 minutos. Conhecida pelos malteses como a ilha irmã, destacam: as salinas perto de Marsalforn, onde se cruzam com pequenas dunas e escarpados, A Janela Azul, mirante  natural com espetaculares vistas e na capital de ilha, Victoria, passear por sua Cidadela onde se volta a encontrar o selo dos Cavaleiros de San Juan.

 

Chipre
Lugares de destaque:
Lárnaca
Lugar de nascimento de um dos mais importantes filósofos, Zenon, padre da escola Estóica. Foi, além disso, a segunda casa de Lázaro, o qual após ter sido ressuscitado por Cristo veio a Kition como arcebispo. Os antigos templos micênicos e os muros ciclópicos da antiga cidade estiveram enterrados durante séculos até ser descobertos nos últimos anos. Os fenícios fundaram em Kition um poderoso reino e durante o século XVIII a cidade se converteu em um importante centro comercial onde os Consulados Europeus tinham seus assentos.

 

Paphos
Está incluída na lista oficial de Tesouros Culturais e Naturais da Herança Mundial da UNESCO. É um povo marítimo ao oeste da ilha que foi durante alguns períodos a capital de Chipre e possuidora de uma história que se remonta a milhares de anos e é um importantíssimo ponto de atração turística. Estendendo-se desde a parte moderna da cidade até o porto, se encontram inumeráveis ruínas arqueológicas que foram incluídas pela UNESCO. 
Paphos é também o lugar de nascimento e de culto de Afrodite, deusa do amor e a beleza e a área, em geral, retém a magia da mitologia. Adornada por uma charmosa costa, Paphos, está rodeada com povoados encantadores em suas montanhas onde a vida não mudou com a passagem dos anos, onde os costumes e tradições do país se mantêm vivas. No coração da área se encontram os mais significativos monastérios, tais como San Neófito e Chrysorrogiatissa, além de importantes lugares de peregrinação.

 

Nicosia
Encontra-se praticamente no centro da ilha. É a capital da ilha a partir do século XI d.C. e foram os Lusignans os que fizeram de Nicosia uma cidade magnífica, com seu Palácio Real e mais de cinqüenta igrejas. Hoje em dia, espírito de seu brilhante passado histórico e corpo de uma cidade moderna. O coração da cidade está preso pelo muro veneziano do século XVI que o envolve e alberga museus, antigas igrejas e edifícios medievais, preservando a nostálgica atmosfera de seu passado. A cidade moderna cresceu ao redor do muro formado por largas ruas e  bulevares que dão um ar cosmopolita à cidade.

 

Montes Troodos
O coração do Chipre guarda uma surpresa não habitual nas ilhas do Mediterrâneo: os Montes Troodos. Com uma altura máxima de quase 2.000 mt no Monte Olimpo, com zonas cobertas de neve no inverno, nos encontramos em um marco de grande beleza que nos oferece pequenos povos que guardam verdadeiros tesouros fundamentalmente do período bizantino.



pacotes-malta-viagens-malta-marsaxlokk
pacotes-malta-viagens-malta-marsaxlokk chipre sardenha viagens-malta-pacotes-malta-valleta viagens-malta-pacotes-malta-são-joão chipre viagens-malta-pacotes-malta sardenha viagens-malta-pacotes-malta-onibus viagens-malta-pacotes-malta-palacio-parisio viagens-malta-pacotes-malta-vitoriosa viagens-malta-pacotes-malta viagens-malta-pacotes-malta sardenha viagens-malta-pacotes-malta viagens-malta-pacotes-malta-marsaxlokk pacotes-malta-viagens-malta pacotes-malta-viagens-malta pacotes-malta-viagens-malta-valleta viagens-malta-pacotes-malta-varanda sardenha viagens-malta-pacotes-malta-cruz viagens-malta-pacotes-malta-marsaxlokk sardenha


Em aldeias como Laghoudera temos a igreja de "Panaya Tou Arka" do século XII, cujos frescos ressaltam por seu interesse e estado de conservação. O mesmo ocorre na aldeia de Peristerona, com sua igreja de Barnabas e Hilarión do século XII. Em Kalopanayotis encontramos o Monastério de San Juan. Em Kyyjjkos temos o maior e mais importante Monastério da ilha que guarda maravilhosos ícones, um deles pintado pelo Apóstolo Lucas. A parte antiga da aldeia de Kakopetria é toda ela monumento histórico-artístico. As pequenas tabernas nos oferecem a melhor gastronomia local mediterrânea a preços muito razoáveis.

 

Sardenha
A ilha de Sardenha, Sardegna em italiano, se encontra ao sudoeste da Itália. A paradisíaca ilha consta de cinco regiões; Gallura, Sassarese, Nuoresse, Oristanese e Cagliaritano. Com um relevo montanhoso, seu pico mais alto é o Gennargentu de 1834 metros, mas com importantes praias de água cristalina. Uma típica estampa mediterrânea de cultura tradicional do mare nostrum.
Durante toda sua história Sardenha esteve nas mãos de muitos povos diferente pelo que contém um importante patrimônio artístico, seus distintos povoadores fenícios, cartagineses, sarracenos e espanhóis deixaram marcas em suas cidades.
O artesanato pode ser visto por toda a ilha, suas importantes cerâmicas são acompanhadas pelas talhas de madeira, a cestaria e os tecidos elaborados ao estilo tradicional em grandes teares. Na seção gastronômica se destacam seus queijos com uma variedade muito ampla (vaccini, ricotte, pecorino sardo, pecorino romano, molli de pecora, gioddu, fiore sardo e cannestrati) que abrange desde o forte até o suave para comer com mel, outro dos produtos autóctones. Com o vinho ocorre um tanto do mesmo, tinto, rosado e branco de boa qualidade. Certamente não falta a massa como os talharins e as lasanhas. Definitivamente, um bom lugar para passar umas férias tranqüilas.

 

Alghero
Cidade amuralhada sobre o mar, no século XIII vem conquistada pelos catalão-aragoneses; Alghero hoje conserva a língua e a tradição da Catalunha, efetivamente é chamada pelos catalães "Barceloneta". Por seu mar, a história junto com seu povo é considerada a mais importante cidade turística em Sardinha.

 

Nuoro
Nuoro, centro da Barbagia, se encontra na parte interna da ilha. É chamada a "Atenas" da ilha porque é a cidade onde nasceram importantes escritores e poetas como o Prêmio Nobel Grazia Deledda. Desde Nuoro podem se admirar a cadeia montanhosa de maior cota em todo o território, bem como suas praias espetaculares.

 

Cagliari
Ao sul da ilha encontramos a cidade de Cagliari, capital e porta principal de Sardinha. Por sua beleza natural, especialmente apreciada por aqueles que chegam desde o mar, por sua história, arte e gastronomia converteu-se em uma indispensável jóia turística.

 

Oristano
Cidade que foi capital do J de Arbórea, governada ao final pela famosa Eleonora de Arbórea à que dedica seu praça principal. Oristano possui paragens ainda virgens para os que amam a natureza; magníficas praias em área marítima protegida, onde admirar as imensas dunas de areia, e os bosques de vegetação mediterrânea. Em seu território não é difícil encontrar o cervo sardo ou o javali.

    

Costa Esmeralda
No norte da ilha se encontra o paraíso da alta sociedade internacional que pelo verão enche suas ruas e povoados dos quais os mais famosos são Porto Redondo e Porto Cervo. O que mais encanta ao hóspede é o mar cristalino e transparente no qual se assomam ilhas de sonho.

Links Relacionados
Termos de Uso do Portal
Este portal é de propriedade da Fui Viagens e Turismo, a qual se exime de qualquer ônus decorrente do mal uso das informações aqui disponíveis. Todo conteúdo - texto, imagens, vídeos, links -  deste portal é de propriedade intelectual privada. Sua divulgação - mesmo que parcial - não está autorizada.

Fui Viagens - Nossa Sra. de Copacabana 1183 Cobertura 2 - CEP 22070-011- Rio de Janeiro - Tel: +55 21 2227 3164 - 2113 9050 - info@fuiviagens.com.br
Horários de funcionamento: De Segunda à Sexta: 09:00 - 18:00 - Sábado e Domingo: Fechado
© 2019 FUI VIAGENS BRASIL - Todos os direitos reservados