INFORME FUI

 

CHICAGO


Às margens do Lago Michigan, no estado de Illinois está Chicago. O lago que mais parece um mar por sua dimensão de incríveis 58 mil metros quadrados, faz parte dos cinco grandes lagos da América do Norte.

Mas não só impressiona o tamanho do Lago Michigan.

A cidade é grande, muito bonita e bem estruturada. Os prédios são reconhecidos pela sua arquitetura, os parques são sensacionais, museus interessantíssimos e no mundo dos esportes, reconhecidos times de basquete e beisebol. 

Então para começar, sugiro um passeio de barco. Há várias empresas que oferecem o passeio, o que diferencia entre alguns deles é o trajeto e o propósito.

Há um bastante completo da “Chicago’s First Lady” que sai de um embarcadouro na Michigan Avenue em baixo da Ponte DuSable. Chicago é cortada pelo Rio Chicago e várias pontes vão unindo diferentes áreas da cidade. As avenidas e ruas que cruzam o rio, e que são pontes ao mesmo tempo, acumulam o nome da ruas ao das pontes. Os nomes podem ser os mesmos ou não.

O passeio transcorre primeiro pelo rio. O movimento nele é constante, com embarcações de vários tipos e tamanhos, indo e vindo de um lado para outro.

Nas margens imensos prédios e torres, alguns de grande valor histórico e outros simplesmente de uma arquitetura esplêndida. Depois o barco segue para o lago. Aí se atravessa uma eclusa que separa os dois.

O passeio segue pelo lago e o “skyline” da cidade se revela totalmente. Em algum momento o perfil dos prédios pode lembrar Manhattan vista do Rio Hudson. Mais logo surge o Navy Píer: um imenso píer que avança pelo lago, e onde acontecem muitas atividades. No píer está um parque de diversões com uma roda gigante (bem grande mesmo!), restaurantes, lojas, saída de barcos é claro, e uma inesperada exposição permanente de vitrais no interior do prédio central. Há também fogos de artifício que acontecem em variados dias à noite.

Conheci Chicago no verão (os invernos são rigorosos por lá), e portanto aproveitei bastante os parques e a vida ao ar livre.
Como em todo o resto da cidade, há muitas flores. Tudo está cercado de canteiros, jardins e até hortas!

O Millennium Park é sem duvida uma das áreas mais bonitas e emblemáticas da cidade. Esculturas maravilhosas estão ali reunidas juntando artistas como o espanhol Jaume Plensa e o premiado indiano Anish Kapoor. As esculturas de ambos são de uma beleza lúdica e poética.

O Millennium vai se unindo a outros parques desenhando uma grande faixa verde a beira do Lago Michigan.

E lá em meio à natureza unido por uma elegante passarela, está o Art Institute of Chicago.

O museu é um primor, reunindo artes decorativas, arte bizantina e coleções africanas, americanas e asiáticas, etc. 


viagem-chicago
viagem-chicago viagem-chicago passeio-chicago passeio-chicago passeio-chicago chicago chicago chicago chicago chicago viagem-chicago chicago chicago passeio-chicago chicago excursão-chicago passeio-chicago excursão-chicago passeio-chicago excursão-chicago excursão-chicago excursão-chicago excursão-chicago excursão-chicago excursão-chicago excursão-chicago chicago chicago chicago chicago chicago chicago chicago chicago passeio-chicago passeio-chicago passeio-chicago passeio-chicago chicago passeio-chicago passeio-chicago passeio-chicago passeio-chicago passeio-chicago passeio-chicago chicago

Fotos: Angela Güzey
  
Como se não bastasse o prédio é muito luminoso, e a paisagem do parque se incorpora como sendo mais um elemento artístico do museu.

Aproveite ainda estar nessa área da cidade e conheça o Chicago Cultural Center que está localizado em frente ao parque. O edifício tem uma mistura de elementos arquitetônicos belíssimos. Uma imensa cúpula de vitral da Tiffany abriga um hall todo em mosaico.

Não posso deixar de falar no Eataly, um complexo de dois andares que envolve tudo relacionado à gastronomia italiana.

São tantas as opções de comida, que você pode comer por lá dias seguidos com menus totalmente diferentes. Sem falar numa cafeteria maravilhosa onde se toma enfim um bom e bem tirado espresso, cercada de doces e sorvetes italianos... uma coisa!

Chicago é interessante também vista de cima. Com uma super panorâmica de 360º, o John Hancock Observatory é a pedida para desfrutar da vista no andar 94 do prédio, e apreciar principalmente o lago desse ângulo.

Conhecida como cidade “dos ventos”, ainda bem que o observatório é todo envidraçado. Mesmo estando a salvo das intempéries, há quem ache graça em se “projetar” para fora da janela em uma engrenagem chamada “Tilt”, que promete grandes emoções... Só de ver as pessoas fazendo é um pouco assustador, mas... Aí fica a informação.

O prédio está numa das áreas mais chiques, a chamada “Magnificent Mile”. Lojas elegantes dividem espaço com construções de importância histórica como a curiosa Water Tower. Um bonito contraste do passado com os arranha céus do presente.

Chicago é sobrevivente de um incêndio de grandes proporções acontecido em 1871. O que vemos hoje é o resultado de um planejamento urbano exemplar junto a projetos ousados de grandes nomes da arquitetura.

Tudo isso se reflete levando qualidade de vida e prazer em desfrutar à cidade aos habitantes, e ao contingente de turistas e viajantes que comprovam os predicados dessa grande metrópole.

ANGELA  GÜZEY - é psicóloga por vocação, e viajante e fotógrafa por paixão -

Termos de Uso do Portal
Este portal é de propriedade da Fui Viagens e Turismo, a qual se exime de qualquer ônus decorrente do mal uso das informações aqui disponíveis. Todo conteúdo - texto, imagens, vídeos, links -  deste portal é de propriedade intelectual privada. Sua divulgação - mesmo que parcial - não está autorizada.

Fui Viagens - Nossa Sra. de Copacabana 1183 Cobertura 2 - CEP 22070-011- Rio de Janeiro - Tel: +55 21 2227 3164 - 2113 9050 - info@fuiviagens.com.br
Horários de funcionamento: De Segunda à Sexta: 09:00 - 18:00 - Sábado e Domingo: Fechado
© 2018 FUI VIAGENS BRASIL - Todos os direitos reservados