INFORME FUI

 

JORDÂNIA


Ao som de uma flauta solitária -estará ela em minha cabeça?-, entre tons terrosos e rosados e áridas paisagens desérticas, o país vai se mostrando.


Pelas auto-estradas às vezes passam fileiras de tamareiras, oliveiras e laranjais. Os beduínos estão lá, os pastores e suas cabras também e as borracharias são incontáveis. Aldeias brancas volta e meia surgem quebrando a monotonia das montanhas.


Um lugar de homens de expressão forte, marcados pelo sol inclemente e invernos rigorosos, e de mulheres cobertas, onde o preto predomina nos véus e roupas que encobrem talvez, a beleza.... as crianças são como outras que encontrei no mundo árabe: afáveis, sempre e incansavelmente a acenar. Comoventes.


O Oriente é Medio, cercado de fronteiras sensíveis. Temos que ter em mente que o país vive da exportação de minerais e do turismo. Um país que acena de longe com um dos mais belos e intrigantes lugares da Terra: Petra.


Já sonhei com Petra. Hoje sei que para se alcançar Petra, há de se caminhar bastante. Sei também que existem outros meios de se deslocar pelo desfiladeiro que leva aos principais monumentos. Burros, cavalos, charretes e até mesmo surpreendentes carrinhos elétricos, podem tornar o deslocamento mais eficiente e rápido. A não ser que você tenha pressa ou alguma restrição de mobilidade, não vejo motivo para não se caminhar, e lentamente se possível! , pelo hipnótico canion ....

Sei também que existe uma Pequena Petra: a Al- Beidha. Embora faça parte do mesmo sítio arqueológico, a entrada é outra e se faz de maneira independente. Mas a beleza intrigante, não é pequena. É grandiosa e tão enigmática quanto Petra. Estamos falando de construções de mais de 300 anos a.C, esculpidas pelos Nabateus. São templos, túmulos, moradias.

Em Petra, adiante ao impressionante mausoléu Al- Khazneh, ponto máximo ao que todos querem chegar, há um anfiteatro e túmulos reais. Para se ver esses túmulos, acrescente uns bons lances de escadas à sua caminhada.

Al- Khazneh é impressionante e literalmente cinematográfico pois serviu de cenário para filmes e outras produções. Tome um tempo em meio tanta gente, vendedores e camelos , para refletir sobre o que está vendo, aonde está e o seu significado histórico e arqueológico.








 



pacote-jordania
pacote-jordania jordania jordania pacote-jordania jordania pacote-jordania jordania excursão-jordania jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania jordania excursão-jordania jordania excursão-jordania jordania excursão-jordania jordania pacote-jordania pacote-jordania jordania pacote-jordania pacote-jordania pacote-jordania pacote-jordania pacote-jordania pacote-jordania jordania jordania jordania jordania jordania jordania jordania jordania petra petra petra petra petra petra petra petra petra jordania jordania jordania jordania jordania jordania jordania jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania excursão-jordania pacote-jordania pacote-jordania pacote-jordania pacote-jordania pacote-jordania pacote-jordania pacote-jordania jordania jordania jordania jordania jordania jordania jordania

Fotos: Angela Güzey
  

Petra é Património da Humanidade pela Unesco.

E não só de Petra e Pequena Petra vive o turismo da Jordania. Ao norte da capital Amã, a cidade de Jerash é espetacular. São ruínas greco-romanas, as mais bem conservadas do Oriente Médio, formando um sítio arqueológico grandioso e impressionante.


Há quem a chame de Pompeia do Oriente. Imagine que um lugar desses foi-se revelando em escavações tão tardias.... esse tesouro estava enterrado, soterrado pela areia, e agora podemos desfrutar de toda sua beleza e da história que nos conta.


Moises, conta o texto bíblico, do alto de de um monte viu a Terra Prometida. Você terá essa bela vista do Monte Nebo com mais de 800 metros de altitude há alguns quilómetros de Madaba. Uma escultura estilizada de Cristo crucificado dá ao lugar o contexto religioso. Na igreja Memorial de Moises, uma coleção de mosaicos belíssima. Aliás a cidade de Madaba é pródiga na arte dos mosaicos. Ali você poderá ver como são feitos e adquirir peças diversas. Ainda em Madaba, a Igreja grega ortodoxa de São Jorge é uma visita importante. Em destaque está o mapa de Jerusalem e Terra Santa em mosaicos, datado do século VI.


Jordânia como destino também se revelou. E como nos sítios arqueológicos, pode continuar a ser “escavada” para futuras e ainda mais surpreendentes descobertas!


ANGELA  GÜZEY - é psicóloga por vocação, e viajante e fotógrafa por paixão -












Termos de Uso do Portal
Este portal é de propriedade da Fui Viagens e Turismo, a qual se exime de qualquer ônus decorrente do mal uso das informações aqui disponíveis. Todo conteúdo - texto, imagens, vídeos, links -  deste portal é de propriedade intelectual privada. Sua divulgação - mesmo que parcial - não está autorizada.

Fui Viagens - Nossa Sra. de Copacabana 1183 Cobertura 2 - CEP 22070-011- Rio de Janeiro - Tel: +55 21 2227 3164 - 2113 9050 - info@fuiviagens.com.br
Horários de funcionamento: De Segunda à Quinta Escritório: 11:00 - 15:00 - Home Office: 11:00 - 17:00 
Às Sextas: Home Office 10:00 - 17:00 - Sábado e Domingo: Fechado
Whatsapp: +55 21 983960055   Política de Privacidade 
© 2020 FUI VIAGENS BRASIL - Todos os direitos reservados