INFORME FUI

 

PRAGA


Praga é dessas cidades capazes de entusiasmar a todo tipo de turistas. Podem ser aqueles que procuram arte, historia e belas paisagens, que se sentirão muito recompensados, ou os que passeiam por palácios, castelos e torres medievais como se cenários fossem. Algo erguido apenas para sua pura diversão e deleite, não importando muito o porquê estão ali... Esses também ficarão satisfeitos, pois Praga tem um ar meio cenográfico, lúdico.

Seja como for, abstraindo das multidões que hoje visitam a cidade e de uma massiva tarefa de torná-la turística (e precisava?), há ainda espaço para admirar esse encanto de lugar.

Impossível ir a Praga e não se planejar para um concerto. A intensa programação musical dá oportunidade a todos e a qualquer momento de ouvir boa musica clássica. O que não faltam são salas, teatros e igrejas para tais acontecimentos.

A cidade esta dividida em regiões. São elas a Staré Mesto, a mais central da parte antiga, a Malá Strana onde basicamente está o complexo do Castelo, a Nové Mesto que é a cidade nova e o Bairro Josefov, onde viveram milhares de judeus.

A maior parte do centro antigo da cidade se percorre a pé. Assim você achará todas as belezas das mais obvias como a Praça da Prefeitura, à aquelas que exigem observação e curiosidade, ou seja, um olhar mais atento e sensível. Como por exemplo, os inúmeros adornos dos prédios, que podem se mostrar como pinturas, imagens, escudos, brasões... Aqui é importante olhar para cima. Cuidado com as segways, essa praga (ops!) que se assoma até aonde não precisava estar...

Nessa praça da prefeitura, a Old Town Square, onde você terá a impressão que foi marcado algum grande evento tamanha a quantidade de pessoas, a linda igreja gótica de Nossa Senhora de Tyn é um bom começo. Isso se você conseguir achar a entrada, que não é tão fulgurante como suas torres espigadas. Mas a procura também tem seu charme... Em seguida admirar o grande relógio astronômico logo adiante. Uma obra de arte a céu aberto.

Por fim, suba a torre acima do relógio em um cômodo elevador. Além de ser um refugio da turba que faz plantão em frente ao relógio para fotografá-lo nas mudanças de horas inteiras, a torre proporciona um visual fantástico do centro antigo da cidade e mais além.

Ligando a Staré Mesto à Malá Strana, a mais famosa e icônica das pontes, a Ponte Carlos ou Karluv Most, de 1357. Trinta estátuas se sucedem e com elas estórias e lendas.

No Rio Moldava principalmente nos meses de calor, há um vai e vem de embarcações. Algumas engraçadas imitando carros antigos, algo alternativo aos habituais pedalinhos.



viagem-praga
viagem-praga viagem-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga viagem-praga viagem-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga viagem-praga passeio-praga excursão-praga passeio-praga pacote-praga pacote-praga pacote-praga pacote-praga viagem-praga pacote-praga pacote-praga pacote-praga pacote-praga viagem-praga viagem-praga viagem-praga viagem-praga viagem-praga viagem-praga viagem-praga excursão-praga excursão-praga excursão-praga excursão-praga excursão-praga excursão-praga excursão-praga excursão-praga excursão-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga passeio-praga

Fotos: Angela Güzey
  
Nas margens, musica e gente que como em outros países, fazem nessa época do ano de seus rios, lagos e parques áreas de laser, de lugar para festejos e adoração ao sol. Existem outras pontes sobre o Rio Moldava que deflagram lindas paisagens, inclusive da Ponte Carlos que vista de longe se integra harmoniosa ao belo conjunto que forma Praga.

Me refiro a Ponte Legií,  que alem de agradável travessia ainda proporciona a visão de perto do Teatro Nacional,  um edifício altivo as margens do rio, uma verdadeira instituição tcheca.

O outro passeio clássico é o de ir ao Castelo, um complexo declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO. É conveniente que você pegue o bonde elétrico nº22 para ir ate lá.  Entre os vários prédios que o compõem, a Catedral de São Vito é de impressionante beleza. Se não puder ver tudo, opte por visitá-la. Assim como os jardins, que também são muito bonitos. O problema está em saber o que adquirir na hora de comprar os ingressos. Portanto se faz necessário estudá-lo previamente. Vale a pena o dever de casa.

Se quiser fazer compras, há um shopping moderno com mais de 200 lojas que é o Palladium. Está na Praça da República, muito central.  Inclusive há um conveniente supermercado que funciona todos os dias da semana.

Arrume tempo para fugir dos roteiros prévios. Procure um banco em um dos muitos jardins da cidade e consuma a atmosfera, o ar fresco, a paisagem que insiste em se fazer linda de qualquer ângulo. Respire a liberdade de lugares que como esse, sabe melhor que outros o valor desse valioso bem.

ANGELA  GÜZEY - é psicóloga por vocação, e viajante e fotógrafa por paixão -






Termos de Uso do Portal
Este portal é de propriedade da Fui Viagens e Turismo, a qual se exime de qualquer ônus decorrente do mal uso das informações aqui disponíveis. Todo conteúdo - texto, imagens, vídeos, links -  deste portal é de propriedade intelectual privada. Sua divulgação - mesmo que parcial - não está autorizada.

Fui Viagens - Nossa Sra. de Copacabana 1183 Cobertura 2 - CEP 22070-011- Rio de Janeiro - Tel: +55 21 2227 3164 - 2113 9050 - info@fuiviagens.com.br
Horários de funcionamento: De Segunda à Sexta: 09:00 - 18:00 - Sábado e Domingo: Fechado
© 2018 FUI VIAGENS BRASIL - Todos os direitos reservados